FROM SCRATCH NEWSWIRE

SCAVENGING THE INTERNET

Archive for the ‘O MERCADO IMPORTADOR’ Category

AFTER EXTENSIVE AND SOMETIMES USELESS DISCUSSIONS, THE ENTIRE ‘FROM SCRATCH NEWSWIRE GROUP’, IN FACE OF A POSSIBLE GENERAL STRIKE WITHIN THE GROUP, DECIDED TO TAKE A COLLECTIVE VACATION … SEE YOU FOLKS IN MARCH … AND BY THE WAY, OUR COLLECTIVE VACATION HAS NOTHING TO DO WITH THIS PRESENT GLOBAL FINANCIAL CRISIS …

Posted by Gilmour Poincaree on February 1, 2009

Sunday, February 01, 2009

THE FROM SCRATCH NEWSWIRE GROUP

PUBLISHED BY ‘FROM SCRATCH NEWSWIRE’

THE FROM SCRATCH NEWSWIRE GROUP IS ON VACATION 'TIL MARCH

PUBLISHED BY ‘FROM SCRATCH NEWSWIRE’

Posted in - UNCATEGORIZED, A BOLSA DE VALORES, A CASA CIVIL, A CORRUPÇÃO NO APARELHO DO ESTADO, A CRIMINALIZAÇÃO DOS MOVIMENTOS SOCIAIS, A ENERGIA ALTERNATIVA, A INDÚSTRIA DA COMUNICAÇÃO, A INDÚSTRIA DE ALIMENTOS, A INDÚSTRIA DE CALÇADOS, A INDÚSTRIA DIGITAL, A INDÚSTRIA DO TURISMO, A POLÍCIA CIVIL, A POLÍCIA MILITAR, A PRESIDÊNCIA, A QUESTÃO AGRÁRIA, A QUESTÃO ÉTNICA, A QUESTÃO ENERGÉTICA, A QUESTÃO FEMININA, A QUESTÃO PREVIDENCIÁRIA, AÉREO, ABIN, AC, AERONÁUTICA, AEROPORTOS, AGRICULTURA, AGRICULTURA FAMILIAR, AGRICULTURA SUSTENTÁVEL, AGRICULTURAL PLAGUES, AGRICULTURE, AGRONEGÓCIOS, AGROTÓXICOS, AL, ALIMENTOS PROCESSADOS, AM, AP, ARRECADAÇÃO DE IMPOSTOS E CONTRIBUIÇÕES, AS FORÇAS ARMADAS, AS GANGUES 'MILICIANAS', AS INDÚSTRIAS DE MINERAÇÃO, AS RELAÇÕES DE TRABALHO E EMPREGO, ATIVIDADES CRIMINOSAS - BRASIL, AUTOMAÇÃO DO COMÉRCIO, AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL, ÍNDICE DE PREÇOS AO CONSUMIDOR (IPC), ÍNDICE DE PREÇOS AO CONSUMIDOR - AMPLO (IPCA), ÍNDICE GERAL DE PREÇOS - DISP. INTERNA (IGP-DI), ÍNDICE GERAL DE PREÇOS - MERCADO (IGP-M), ÍNDICES DA RENDA SALARIAL, ÍNDICES DE EMPREGO, ÍNDICES ECONÔMICOS - BRASIL, BA, BALANÇA COMERCIAL, BALANÇA DE PAGAMENTOS, BANCO CENTRAL - BRASIL, BANKING SYSTEMS, BIOCOMBUSTÍVEIS, BIOMASSA, BIOMASSA, BNDES, BRASIL, CARLOS DIREITO, CÂMARA DOS DEPUTADOS, CE, CENTRAL BANKS, CIDADANIA, CIDADES, CINEMA, COMÉRCIO - BRASIL, COMBATE AO TRABALHO ESCRAVO E INFANTIL, COMBATE À CORRUPÇÃO - BRASIL, COMBATE À DESIGUALDADE E À EXCLUSÃO - BRASIL, COMBATE À VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES, COMBATE À VIOLÊNCIA DOMÉSTICA, COMMERCE, COMMODITIES MARKET, CONSELHO MONETÁRIO NACIONAL (CMN), CORRUPÇÃO - BRASIL, CORRUPÇÃO NA POLÍTICA, CRIMES AMBIENTAIS - BRASIL, CRIMES EMPRESARIAIS, CURRENCIES, DANIEL DANTAS, DEFESA DO CONSUMIDOR - BRASIL, DEFESA DO MEIO AMBIENTE - BRASIL, DEPUTADOS ESTADUAIS, DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL, DF, DIREITOS HUMANOS - BRASIL, EÓLICA, ECOLOGICAL AGRICULTURE, ECONOMIA - BRASIL, ECONOMIC CONJUNCTURE, ECONOMY, ECONOMY - USA, EDUCAÇÃO - BRASIL, ENSINO FUNDAMENTAL - 1° e 2° GRAUS, ENSINO UNIVERSITÁRIO - GRADUAÇÃO, ES, ETANOL, EXÉRCITO, EXPANSÃO AGRÍCOLA, EXPANSÃO ECONÔMICA, EXPANSÃO INDUSTRIAL, FARMING DEBTS, FARMING SUBSIDIES, FERROVIAS, FERROVIAS, FERTILIZERS, FINANCIAL MARKETS, FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO, FLORESTAS PLANTADAS, FLUXO DE CAPITAIS, FORÇA DE SEGURANÇA NACIONAL, FUSÕES E/OU INCORPORAÇÕES EMPRESARIAIS, GÁS NATURAL, GENETICALLY MODIFIED AGRO-PRODUCTS, GILMAR MENDES, GO, HIDRELÉTRICAS, INDÚSTRIA AUTOMOTIVA, INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL, INDÚSTRIA DE ELETRO-ELETRÔNICOS, INDÚSTRIA FARMACÊUTICA, INDÚSTRIA METALÚRGICA, INDÚSTRIAS, INDUSTRIAL PRODUCTION, INDUSTRIES, INFRAESTRUTURA - BRASIL, INSTITUIÇÕES DE FOMENTO NACIONAL, INSTITUTOS REGULADORES DA ECONOMIA - BRASIL, INTERNATIONAL, ISLAMIC BANKS, JUROS BANCÁRIOS, LAVAGEM DE DINHEIRO, LUIS INÁCIO LULA DA SILVA, MA, MACROECONOMY, MARÍTIMO, MARINHA, MG, MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO, MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA, MINISTÉRIO DA CULTURA, MINISTÉRIO DA DEFESA, MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO, MINISTÉRIO DA FAZENDA, MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL, MINISTÉRIO DA JUSTIÇA, MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL, MINISTÉRIO DA SAÚDE, MINISTÉRIO DAS CIDADES, MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES, MINISTÉRIO DAS MINAS E ENERGIA, MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES, MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR, MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO, MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME, MINISTÉRIO DO ESPORTE, MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE, MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO, MINISTÉRIO DO TURISMO, MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES, MS, MT, NARCOTRÁFICO, O BIODIESEL, O CASO JOSÉ DIRCEU, O CRIME ORGANIZADO, O DISCURSO CONTRA AS POLÍTICAS AFIRMATIVAS, O MERCADO DE TRABALHO - BRASIL, O MERCADO FINANCEIRO, O MERCADO IMPORTADOR, O MOVIMENTO DOS POVOS NATIVOS, O MOVIMENTO DOS SEM-TERRA (MST), O MOVIMENTO NEGRO, O MOVIMENTO RURALISTA, O MUNDO DO TRABALHO - BRASIL, O MUNICÍPIO DE NITERÓI, O MUNICÍPIO DE SÃO GONÇALO, O MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO, O PODER EXECUTIVO, O PODER EXECUTIVO ESTADUAL, O PODER EXECUTIVO FEDERAL, O PODER EXECUTIVO MUNICIPAL, O PODER JUDICIÁRIO, O PODER LEGISLATIVO, O PODER LEGISLATIVO ESTADUAL, O PODER LEGISLATIVO FEDERAL, O PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL, O SETOR DOS TRANSPORTES, O SISTEMA BANCÁRIO - BRASIL, O SUPREMO TRIBUNAL DE JUSTIÇA, O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, O TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL, ORÇAMENTO ESTADUAL, ORÇAMENTO MUNICIPAL, ORÇAMENTO NACIONAL - BRASIL, OS GOVERNADORES, OS JUDICIÁRIOS ESTADUAIS, OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO - BRASIL, OS PREFEITOS, OS TRABALHADORES, OS TRIBUNAIS REGIONAIS ELEITORAIS, PA, PARTIDO COMUNISTA DO BRASIL (PC do B), PARTIDO DA CAUSA OPERÁRIA (PCO), PARTIDO DA MOBILIZAÇÃO NACIONAL (PMN), PARTIDO DA REPÚBLICA (PR), PARTIDO DA SOCIAL DEMOCRACIA BRASILEIRA (PSDB), PARTIDO DEMOCRÁTICO TRABALHISTA (PDT), PARTIDO DO MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO (PMDB), PARTIDO DOS DEMOCRATAS (PD), PARTIDO DOS TRABALHADORES (PT), PARTIDO POPULAR SOCIALISTA (PPS), PARTIDO PROGRESSISTA (PP), PARTIDO RENOVADOR TRABALHISTA BRASILEIRO (PRTB), PARTIDO SOCIAL CRISTÃO (PSC), PARTIDO SOCIAL DEMOCRATA CRISTÃO (PSDC), PARTIDO SOCIAL LIBERAL (PSL), PARTIDO SOCIALISMO E LIBERDADE (PSOL), PARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO (PSB), PARTIDO SOCIALISTA DOS TRABALHADORES UNIFICADO (PSTU), PARTIDO TRABALHISTA BRASILEIRO (PTB), PARTIDO TRABALHISTA CRISTÃO (PTC), PARTIDO TRABALHISTA DO BRASIL (PT do B), PARTIDO TRABALHISTA NACIONAL (PTN), PARTIDO VERDE (PV), PARTIDOS POLÍTICOS - BRASIL, PB, PE, PECUÁRIA, PECULATO, PESQUISAS E PÓS-GRADUAÇÃO, PETRÓLEO, PI, POLÍCIA FEDERAL, POLÍTICA - BRASIL, POLÍTICA EXTERNA - BRASIL, POLÍTICA REGIONAL, PORTOS, PR, PREVARICAÇÃO, PRODUTO INTERNO BRUTO, PRODUTO INTERNO BRUTO ESTADUAL, PRODUTO INTERNO BRUTO NACIONAL, PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO (PAC), PUBLIC SECTOR AND STATE OWNED ENTERPRISES, REAJUSTES SALARIAIS, RECEITA FEDERAL - BRASIL, REGULATIONS AND BUSINESS TRANSPARENCY, RELAÇÕES COMERCIAIS INTERNACIONAIS - BRASIL, RELAÇÕES DIPLOMÁTICAS - BRASIL, RELAÇÕES INTERNACIONAIS - BRASIL, RESTRUCTURING OF PRIVATE COMPANIES, RESTRUCTURING OF THE PUBLIC SECTOR, RJ, RN, RO, RODOVIAS, RODOVIÁRIO, RR, RS, SAÚDE E ATENDIMENTO MÉDICO, SANEAMENTO BÁSICO, SC, SE, SEMENTES TRANSGÊNICAS, SENADO, SETOR EXPORTADOR, SINDICATOS DAS CATEGORIAS PROFISSIONAIS, SISTEMA PÚBLICO DE SAÚDE, SISTEMA PRIVADO DE SAÚDE, SP, SUPERÁVIT COMERCIAL, SUPERÁVIT PRIMÁRIO, TARSO GENRO, TAXA DE CÂMBIO - BRASIL, TAXA DOS JUROS COMERCIAIS, TAXA SELIC, TAXAS DE DESEMPREGO, TELEFONIA - FIXA E MÓVEL, THE FLOW OF INVESTMENTS, THE WORK MARKET, TO, USA, VEREADORES | 1 Comment »

IMPORTADORA GARANTE ENTREGAS DE VEÍCULOS DA SsangYong NO BRASIL (South Korea/Brazil)

Posted by Gilmour Poincaree on January 13, 2009

12/01/2009 – 19:18

Valor Online

PUBLISHED BY ‘VALOR ECONÔMICO’ (Brazil)

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘VALOR ECONÔMICO’ (Brazil)

Posted in AUTOMOTIVE INDUSTRY, BALANÇA COMERCIAL, BRASIL, COMÉRCIO - BRASIL, COMMERCE, COMMODITIES MARKET, ECONOMIA - BRASIL, ECONOMIC CONJUNCTURE, ECONOMY, EXPANSÃO ECONÔMICA, FINANCIAL CRISIS 2008/2009, FINANCIAL MARKETS, FLUXO DE CAPITAIS, FOREIGN POLICIES, INDÚSTRIA AUTOMOTIVA, INDÚSTRIAS, INDUSTRIAL PRODUCTION, INDUSTRIES, INTERNATIONAL, INTERNATIONAL RELATIONS, O MERCADO IMPORTADOR, RECESSION, REGULATIONS AND BUSINESS TRANSPARENCY, SOUTH KOREA, THE FLOW OF INVESTMENTS | Leave a Comment »

BRAZIL: FOREIGN RESERVES HIT HIGH

Posted by Gilmour Poincaree on January 4, 2009

Fri, Jan. 02, 2009

The Associated Press

PUBLISHED BY ‘THE WICHITA EAGLE’ (USA)

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘THE WICHITA EAGLE’ (USA)

Posted in A PRESIDÊNCIA, ÍNDICES ECONÔMICOS - BRASIL, BALANÇA COMERCIAL, BALANÇA DE PAGAMENTOS, BANCO CENTRAL - BRASIL, BANKING SYSTEMS, BRASIL, CENTRAL BANKS, COMMERCE, COMMODITIES MARKET, ECONOMIA - BRASIL, ECONOMIC CONJUNCTURE, ECONOMY, EXPANSÃO AGRÍCOLA, EXPANSÃO ECONÔMICA, EXPANSÃO INDUSTRIAL, FINANCIAL CRISIS 2008/2009, FINANCIAL MARKETS, FLUXO DE CAPITAIS, FOREIGN POLICIES, INDÚSTRIAS, INDUSTRIAL PRODUCTION, INDUSTRIES, INTERNATIONAL, INTERNATIONAL RELATIONS, LUIS INÁCIO LULA DA SILVA, MACROECONOMY, O MERCADO FINANCEIRO, O MERCADO IMPORTADOR, O PODER EXECUTIVO FEDERAL, PRODUTO INTERNO BRUTO NACIONAL, REAL (Brasil), RECESSION, REGULATIONS AND BUSINESS TRANSPARENCY, STOCK MARKETS, SUPERÁVIT COMERCIAL, SUPERÁVIT PRIMÁRIO, TAXA DE CÂMBIO - BRASIL, TAXA DOS JUROS COMERCIAIS, TAXA SELIC, THE FLOW OF INVESTMENTS, THE WORK MARKET | Leave a Comment »

BRAZIL BUYS 50 HELICOPTERS, 5 SUBMARINES FROM FRANCE

Posted by Gilmour Poincaree on December 24, 2008

24 Dec 2008, 02:43 hrs IST

Agence France Presse

PUBLISHED BY ‘THE TIMES OF INDIA’

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘THE TIMES OF INDIA’

Posted in A PRESIDÊNCIA, BRASIL, ECONOMIA - BRASIL, ECONOMIC CONJUNCTURE, ECONOMY, FINANCIAL CRISIS 2008/2009, FINANCIAL MARKETS, FLUXO DE CAPITAIS, FOREIGN POLICIES, FRANCE, INTERNATIONAL, INTERNATIONAL RELATIONS, LUIS INÁCIO LULA DA SILVA, MINISTÉRIO DA DEFESA, O MERCADO IMPORTADOR, O PODER EXECUTIVO FEDERAL, ORÇAMENTO NACIONAL - BRASIL, POLÍTICA EXTERNA - BRASIL, RECEITA FEDERAL - BRASIL, RECESSION, RELAÇÕES COMERCIAIS INTERNACIONAIS - BRASIL, RELAÇÕES DIPLOMÁTICAS - BRASIL, RELAÇÕES INTERNACIONAIS - BRASIL, THE FLOW OF INVESTMENTS | Leave a Comment »

ANATEL LANÇARÁ EM 2009 PLANO DE CELULAR PARA BAIXA RENDA – Superintendente disse que a nova Oi e a Claro já se comprometeram a ofertar o plano (Brazil)

Posted by Gilmour Poincaree on December 21, 2008

19/12/2008 – 21h10min

CLIC RBS

PUBLISHED BY ‘ZERO HORA’ (Brazil)

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘ZERO HORA’ (Brazil)

Posted in A INDÚSTRIA DA COMUNICAÇÃO, BRASIL, COMBATE À DESIGUALDADE E À EXCLUSÃO - BRASIL, COMMUNICATION INDUSTRIES, ECONOMIA - BRASIL, ECONOMIC CONJUNCTURE, ECONOMY, EXPANSÃO ECONÔMICA, EXPANSÃO INDUSTRIAL, FINANCIAL CRISIS 2008/2009, FINANCIAL MARKETS, INDÚSTRIA DE ELETRO-ELETRÔNICOS, INDUSTRIAL PRODUCTION, INDUSTRIAL SUBSIDIES, INDUSTRIES, INTERNATIONAL, O MERCADO IMPORTADOR, RECESSION, TELEFONIA - FIXA E MÓVEL | Leave a Comment »

SUPERMERCADOS GAÚCHOS TÊM O MELHOR SÁBADO EM VENDAS DE 2008, DIZ AGAS – Presidente da associação diz que 90% dos produtos da ceia de Natal devem ser vendidos até segunda (Brazil)

Posted by Gilmour Poincaree on December 21, 2008

20/12/2008 – 21h26min

CLIC RBS

PUBLISHED BY ‘ZERO HORA’ (Brazil)

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘ZERO HORA’ (Brazil)

Posted in A INDÚSTRIA DE ALIMENTOS, BRASIL, COMÉRCIO - BRASIL, COMMERCE, ECONOMIA - BRASIL, ECONOMY, INTERNATIONAL, O MERCADO IMPORTADOR | 1 Comment »

TELECOM ITÁLIA PRETENDE INVESTIR EM EXPANSÃO NO MERCADO BRASILEIRO (Brasil)

Posted by Gilmour Poincaree on December 7, 2008

Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008 – 15:39

FOLHA ONLINE

PUBLISHED BY ‘GAZETA DE JOINVILLE’ (SC – Brasil)

A Telecom Itália planeja reforçar sua presença no mercado brasileiro das telecomunicações durante os próximos três anos, nos quais pretende alcançar um crescimento de 8% em sua receita anual. Esse é um dos objetivos que a companhia italiana inclui em seu plano trienal 2009-2011, aprovado ontem na Itália por seu conselho de administração e apresentado nesta quarta-feira em Londres aos analistas, informou a companhia.

Entre suas pretensões no mercado das telecomunicações do Brasil, a Telecom Italia quer alcançar, em 2009, receita em torno de R$ 15,3 bilhões, e um Ebitda (lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 3,6 bilhões.

“O Brasil representa um sólido mercado emergente no qual Telecom Italia quer reforçar sua própria posição, através do mercado da telefonia celular e do desenvolvimento da banda larga, com as possibilidades que oferece a passagem da rede fixa à móvel”, analisa a companhia italiana em nota de imprensa.

A Telecom Italia informou que seus investimentos industriais no Brasil para 2009 serão de R$ 2,8 bilhões, o que representa 13,5% da receita que espera registrar em 2011. Os mercados das telecomunicações de Brasil e Argentina são dois dos grandes objetivos que a empresa de telefonia italiana estabeleceu para os próximos três anos.

O jornal italiano “Il Sole 24 Ore” informou que uma das idéias para injetar recursos rapidamente no caixa seria a venda dos ativos da empresa no exterior, incluindo a TIM Brasil, por cerca de 7 bilhões. O presidente da Asati (Associação dos Acionistas Minoritários da TI), Franco Lombardi, disse que os 2.500 acionistas (80% deles funcionários) são contrários à venda das subsidiárias.

A empresa prevê contar em 2011, através da divisão de telefonia celular TIM (Telecom Itália Mobile), com mais de 2,5 milhões de clientes de serviços de banda larga, através da rede móvel, com uma fração de mercado de 25%.

A Telecom Italia também anunciou hoje a demissão de 4 mil empregados de sua matriz e o corte de suas previsões de crescimento de receita pela quinta vez em três anos.

Os conselheiros da Telecom Italia se reuniram ontem por nove horas e escolheram Londres para apresentar hoje o novo plano de negócio da companhia a analistas.

Os empregados da Telecom Italia passarão de 64 mil a cerca de 55 mil até 2011, avaliou em comunicado o administrador Franco Bernabé.

EFE

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘GAZETA DE JOINVILLE’ (SC – Brasil)

Posted in A INDÚSTRIA DA COMUNICAÇÃO, BRASIL, ECONOMIA - BRASIL, EXPANSÃO ECONÔMICA, EXPANSÃO INDUSTRIAL, FLUXO DE CAPITAIS, INDÚSTRIA DE ELETRO-ELETRÔNICOS, INDÚSTRIAS, O MERCADO IMPORTADOR, TELEFONIA - FIXA E MÓVEL | Leave a Comment »

O JAPÃO DEIXOU O BRASIL A VER NAVIOS

Posted by Gilmour Poincaree on December 1, 2008

01/12/2008 14:36

PUBLISHED BY ‘BLOG OF ZÉ DIRCEU’ (Brasil)

José Dirceupor José Dirceu

A TV digital completa, amanhã, um ano de funcionamento no Brasil. Nesse um ano seu sinal só chegou, por enquanto, a cinco capitais, mas a promessa é de que até 2016, dentro de mais 8 anos, portanto, estará em todo o Brasil.

Há um ano, em meio a muitas pressões, acirrada disputa de americanos, europeus e asiáticos e intensa polêmica que cercava a opção que o Brasil faria, o país escolheu o padrão japonês, mediante a solene promessa dos vencedores de que instalariam aqui uma fábrica de semicondutores que, além de suprir o mercado, absorveria mão de obra de forma intensiva, tanto direta, quanto pela cadeia de produção de componentes.

Agora, passado um ano, é o caso de se repetir uma expressão comum no interior brasileiro, a que “perguntar não ofende”, e fazer a clássica e elementar indagação: cadê a fábrica de semicondutores que os japoneses iam implantar no Brasil, parte do pacote acertado com eles pelo país ter optado pelo padrão japonês?

Nada, até agora nenhum tijolo, nenhum bloco de pré-molddado da prometida fábrica. Pelo contrário, os japoneses já anunciaram oficialmente que não a implantarão aqui. Como ficamos? Nenhuma cobrança, nenhuma providência vai ser adotada?

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘BLOG OF ZÉ DIRCEU’ (Brasil)

Posted in A INDÚSTRIA DA COMUNICAÇÃO, BRASIL, CIDADANIA, COMÉRCIO - BRASIL, DEFESA DO CONSUMIDOR - BRASIL, ECONOMIA - BRASIL, INDÚSTRIA DE ELETRO-ELETRÔNICOS, INDÚSTRIAS, INTERNATIONAL, JAPAN, MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES, O MERCADO IMPORTADOR, O PODER EXECUTIVO FEDERAL, OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO - BRASIL, POLÍTICA EXTERNA - BRASIL, RELAÇÕES COMERCIAIS INTERNACIONAIS - BRASIL, RELAÇÕES DIPLOMÁTICAS - BRASIL, RELAÇÕES INTERNACIONAIS - BRASIL | Leave a Comment »

BALANÇO DE PAGAMENTOS TEM DÉFICIT DE US$ 8,6 BILHÕES, DIZ BC (Brasil)

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

24/11 – 10:59

SÃO PAULO, 24 de novembro de 2008 – O balanço de pagamentos registrou déficit de US$ 8,6 HENRIQUE MEIRELLESbilhões em outubro, segundo Nota do Setor Externo divulgada nesta manhã pelo Banco Central (BC). As transações correntes apresentaram déficit de US$ 1,5 bilhão, acumulando, nos últimos doze meses, saldo negativo de US$ 26,6 bilhões, equivalentes a 1,71% do Produto Interno Bruto (PIB).

No mês, o superávit comercial atingiu US$1,2 bilhão e a conta financeira apresentou saídas líquidas de US$ 8,5 bilhões, destacando-se os ingressos líquidos em investimentos estrangeiros diretos, US$ 3,9 bilhões, e as remessas líquidas de investimentos estrangeiros em carteira, US$ 7,9 bilhões.

A conta de serviços ficou novamente deficitária em US$ 980 milhões, resultado 26,7% inferior ao apresentado no mesmo mês de 2007. O item viagens internacionais registrou despesas líquidas de US$ 295 milhões, redução de 38,4% na mesma base de comparação, resultante do crescimento de 9,8% nos gastos de não-residentes em viagens ao Brasil e diminuição de 15,5% nos gastos de brasileiros em viagens ao exterior. No período analisado, as despesas líquidas com transportes apresentaram retração de 3,1%, somando US$ 364 milhões.

Dentre os demais itens da conta de serviços, destacaram-se elevações nas remessas líquidas de aluguel de equipamentos, 56,3%, e de seguros, 137,6%; reduções nas remessas líquidas em royalties e licenças, 24,8%, e computação e informação, 7,8%; e a elevação nas receitas líquidas de serviços financeiros, 71,6%. Os outros serviços registraram ingressos líquidos de US$ 886 milhões, 37,3% acima do resultado de outubro do ano anterior. (Redação – InvestNews)

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘GAZETA MERCANTIL’ (Brasil)

Posted in BALANÇA COMERCIAL, BALANÇA DE PAGAMENTOS, BANCO CENTRAL - BRASIL, BRASIL, ECONOMIA - BRASIL, FLUXO DE CAPITAIS, INTERNATIONAL, O MERCADO FINANCEIRO, O MERCADO IMPORTADOR, ORÇAMENTO NACIONAL - BRASIL, PRODUTO INTERNO BRUTO NACIONAL, SETOR EXPORTADOR, SUPERÁVIT COMERCIAL | Leave a Comment »

BALANÇA REGISTRA SUPERÁVIT DE US$ 734 MILHÕES NA SEGUNDA SEMANA DE NOVEMBRO (Brasil)

Posted by Gilmour Poincaree on November 19, 2008

17/11/2008

Na segunda semana de novembro de 2008 – entre os dias 10 e 16 –, a balança comercial brasileira registrou superávit (diferença entre o valor exportado e o importado) de US$ 734 milhões (média diária de US$ 146,8 milhões). No período, as exportações somaram US$ 4,356 bilhões (média diária de US$ 871,2 milhões) e as importações US$ 3,622 bilhões (média diária de US$ 724,4 milhões), desempenhos que totalizaram uma corrente de comércio (soma das exportações com as importações) de US$ 7,978 bilhões, o que significou que foram negociados, em média, US$ 1,596 bilhão por dia útil.

Mês

Até o dia 16 de novembro de 2008, as exportações brasileiras somaram US$ 8,520 bilhões, o que correspondeu a um desempenho médio diário de US$ 852 milhões, valor 21,3% maior que o apresentado como média diária em todo o mês de novembro de 2007 (US$ 702,6 milhões) e 1,3% superior à média das exportações em outubro de 2008 (US$ 841,5 milhões).

As importações, até a segunda semana de novembro, totalizaram US$ 7,309 bilhões (média diária de US$ 730,9 milhões), um crescimento de 21,5% sobre o desempenho médio diário apresentado em todo mês de novembro do ano passado (US$ 601,5 milhões). Sobre o resultado médio diário verificado em outubro de 2008 (US$ 786,6 milhões), as importações apresentaram, no período, um decréscimo de 7,1%.

O saldo comercial acumulado nas duas semanas do mês ficou em US$ 1,211 bilhão (média diária de US$ 121,1 milhões), valor 19,8% maior que o superávit apresentado em todo o mês de novembro do ano passado, quando a média diária registrada foi de US$ 101,1 milhões. Em relação ao desempenho médio diário do saldo comercial em outubro de 2008 (US$ 54,9 milhões), o crescimento foi de 120,7%.

Ano

Nos 221 dias úteis do ano, até a segunda semana de novembro, as exportações brasileiras acumularam US$ 177,892 bilhões (média diária de 804,9 milhões). Pelo critério da média diária, esse valor ficou 27,3% sobre o resultado no mesmo período do ano passado, quando o desempenho médio diário dos embarques internacionais somaram US$ 632,4 milhões.

Na mesma comparação, as importações apresentaram alta de 50,1%, saindo de uma média diária de US$ 469,9 milhões até a segunda semana de novembro de 2007 para US$ 705,3 milhões no mesmo período de 2008. As importações no acumulado deste ano somaram US$ 155,861 bilhões.

O superávit comercial no ano somou US$ 22,031 bilhões (média diária de US$ 99,7 milhões), um decréscimo de 38,7% em relação ao saldo médio diário apresentado no mesmo período do ano passado (US$ 162,5 milhões).

Às 15h, o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) divulgará no site http://www.desenvolvimento.gov.br o detalhamento das informações sobre as exportação e importação brasileiras nas duas semanas de novembro.

Clique aqui e acesse os dados.

Assessoria de Comunicação Social do MDIC

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘PORTAL DO GOVERNO FEDERAL’ (Brasil)

Posted in BALANÇA COMERCIAL, BRASIL, COMÉRCIO - BRASIL, ECONOMIA - BRASIL, EXPANSÃO ECONÔMICA, INTERNATIONAL, O MERCADO IMPORTADOR, RELAÇÕES INTERNACIONAIS - BRASIL, SETOR EXPORTADOR, SUPERÁVIT COMERCIAL | Leave a Comment »

EMPRESAS COMEMORAM PARTICIPAÇÃO – EXPOVALE 2008 (Brasil)

Posted by Gilmour Poincaree on November 16, 2008

Caixa Econômica Federal

O gerente-geral da Caixa Econômica Federal de Lajeado, Donato Luis Dullius, conta que a Expovale 2008 serviu para realizar repasses de recursos com a Prefeitura de Lajeado, dois com a Prefeitura de Canudos do Vale e muitas outras negociações. Ele destaca que as empresas procuraram o estande para conhecer o Programa de Geração de Emprego e Renda (Proger), no qual os recursos para investimentos são o foco principal. “Eles buscam esse tipo de programa para melhorias nas empresas, recursos para modernizar sua loja ou escritório, e também para a compra de utilitários, pois essa linha de investimento tem foco nas pessoas jurídicas, entre as quais a procura foi muito grande”, explica o gerente. Outro serviço bastante procurado pelos clientes foram os financiamentos de veículos, acrescenta Dullius. “Ao nosso ver todas as expectativas foram superadas, e a organização da Expovale está de parabéns pelo ótimo trabalho que desempenhou durante toda a feira?, finaliza. Tritec

A empresa Tritec Tratores avalia a Expovale 2008 como um sucesso. O gerente-geral Giovane Leonhardt explica que o carro-chefe do estande foi a colheitadeira que em um ano vendeu mais de dez unidades. “Fizemos os primeiros contatos aqui na feira, as expectativas foram atingidas e o movimento foi intenso”, explica Leonhardt. Outro foco foi a tecnologia Yeldgard AG 9010, lançamento da empresa. Temos como destaque a semente de milho resistente aos ataques dos lagartos”, salienta o gerente.

Strapa

Atualmente, a tecnologia de ponta na construção de aviários praticamente baniu as estruturas de madeira, e os criadores têm optado por construções metálicas, que oferecem maior durabilidade e ainda conseguem melhor controle de pragas, como caruncho, ratos e outros. Essas estruturas e os produtos Chore-Time, dos Estados Unidos, componentes para os aviários, têm como representante na região Moacir Strappazon. Um dos produtos que mais chamam a atenção dos criadores de aves e suínos são os aquecedores automáticos da Agro Bonna, que injetam ar puro nas instalações toda vez que são ligados, conseguindo manter a temperatura entre 0ºC e 33ºC, conforme as necessidades do ambiente.

Strapazzon está contente com os resultados na Expovale, pois registrou inúmeras comercializações e também contatos para futuros negócios. Ele salienta que a organização da feira é exemplar, e que na próxima edição estará outra vez presente.

Retromac

O diretor da Retromac, Henrique Klaus, avalia a Expovale 2008 como muito positiva. “Fizemos vários negócios e aproveitamos para fechar outros”, explica. Ele conta que a visitação está muito boa, mas que a expectativa é grande para o fim de semana, quando se concentra um maior número de visitantes na feira.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘O INFORMATIVO DO VALE’ (RS – Brasil)

Posted in AGRICULTURA, AGRONEGÓCIOS, BRASIL, CIDADES, ECONOMIA - BRASIL, EXPANSÃO AGRÍCOLA, EXPANSÃO ECONÔMICA, EXPANSÃO INDUSTRIAL, FLUXO DE CAPITAIS, O MERCADO IMPORTADOR, PECUÁRIA, POLÍTICA REGIONAL, SETOR EXPORTADOR, SP | Leave a Comment »

RN RECEBE TRÊS NOVAS SONDAS PARA PERFURAR POÇOS (Brasil)

Posted by Gilmour Poincaree on November 13, 2008

13/11/2008 – Tribuna do Norte

A Petrobras está recebendo o reforço de três novas sondas de perfuração que chegaram da China e A PETROBRAS NO RIO GRANDE DO NORTE - BRASILirão permitir a ampliação do número de poços perfurados em todo o Estado. Os equipamentos, trazidos pela empresa ETX, estão contratados pela Petrobras para ficar durante oito anos perfurando em território potiguar. Ao todo, a operação das três sondas deverá gerar cerca de 132 empregos diretos no campo de operação, e cerca de outros 40 na base operacional. Além disso, estima-se a geração de outros 200 empregos indiretos em função delas, em atividades como transporte, alimentação e hospedagem de funcionários, uniformes e caminhões-guindaste. Cada sonda é capaz de perfurar até 2.000 metros.

O peso total do equipamento que desembarca no Porto de Natal é de 1.350 toneladas.

Esta movimentação indica o reaquecimento da atividade perfuratória no Estado, que apresenta curva de crescimento significativa: em 2005-2006, a media anual de poços perfurados variou entre 150 e 180 poços. Este ano, a estimativa da Petrobras é de 300 poços, com mais 15 a 20 furados pelos produtores independentes. Para 2009, a previsão da empresa é de cerca de 500 poços a serem perfurados no Estado. Além das três sondas, outras oito devem chegar ao RN no início de 2009.

A operação das três sondas deverá gerar o recolhimento de cerca de R$ 9 milhões em ISS ao longo de todo o contrato oito anos, beneficiando diretamente cada município em que as sondas operarem. A ETX é uma empresa de prestação de serviços de perfuração e completação de poços fundada em 2005 por executivos do setor de petróleo, em parceria com grupo investidor de Hong Kong. O grupo também participa de investimentos diretos em exploração e produção como produtores independentes em associação com investidores da Austrália.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘TRIBUNA DO NORTE’ (Brasil)

Posted in A QUESTÃO ENERGÉTICA, AUSTRALIA, BRASIL, CHINA, CIDADES, ECONOMIA - BRASIL, ECONOMIC CONJUNCTURE, EXPANSÃO ECONÔMICA, FLUXO DE CAPITAIS, HONG KONG, INDÚSTRIAS, INTERNATIONAL, O MERCADO IMPORTADOR, PETRÓLEO, POLÍTICA REGIONAL, REFINERIES - PETROL/BIOFUELS, RELAÇÕES INTERNACIONAIS - BRASIL, RN | Leave a Comment »

GOVERNO ABRE CONCESSÕES PARA PORTOS (Brasil)

Posted by Gilmour Poincaree on November 13, 2008

13/11/2008 – Tribuna do Norte

Brasília – O governo finalmente desengavetou o decreto que abre a possibilidade de empresas privadas PORTO SUAPEconstruírem e operarem novos portos públicos sob o regime de concessão. As novas regras foram assinadas ontem pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e deverão ser publicadas amanhã no Diário Oficial da União. Na prática, o governo tentará atrair investidores privados para expandir o sistema portuário brasileiro, em um modelo semelhante ao que é usado hoje na construção das hidrelétricas: serão feitas licitações e quem ganhar tem o direito de construir e administrar os portos, movimentando cargas de terceiros. A expectativa do governo, segundo o ministro Pedro Brito, da Secretaria Especial de Portos, é atrair investimentos de R$ 19 bilhões nos primeiros cinco anos.

Os contratos de concessão terão validade de 25 anos, prorrogáveis por mais 25. O decreto elimina a exigência de os interessados nas concessões possuírem carga própria. Na prática, isso significa que qualquer tipo de investidor poderá ter a concessão de um porto para prestar serviços a outras empresas.

Hoje a iniciativa privada pode construir terminais privativos para a movimentação de carga própria e também para prestar serviços a terceiros. Mas as empresas precisam usar o porto.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘TRIBUNA DO NORTE’ (Brasil)

Posted in BRASIL, ECONOMIA - BRASIL, EXPANSÃO ECONÔMICA, FLUXO DE CAPITAIS, INDÚSTRIAS, O MERCADO IMPORTADOR, O PODER EXECUTIVO FEDERAL, O SETOR DOS TRANSPORTES, SETOR EXPORTADOR | Leave a Comment »

PRIMEIRA SEMANA DE NOVEMBRO APRESENTA SUPERÁVIT DE US$ 477 MILHÕES (Brasil)

Posted by Gilmour Poincaree on November 12, 2008

10/11/2008

Na primeira semana de novembro, entre os dias 1º e 9 do mês (cinco dias úteis), a balança comercial brasileira registrou exportações de US$ 4,164 bilhões (média diária de US$ 832,8 milhões) e importações de US$ 3,687 bilhões (média diária de US$ 737,4 milhões), desempenhos que resultaram num superávit comercial (diferença entre as exportações e as importações) de US$ 477 milhões (média diária de US$ 95,4 milhões). No período, foi registrada uma corrente de comércio (soma das exportações com as importações) de US$ 7,851 bilhões, o que significou negociações de US$ 1,570 bilhão por dia.

Pelo critério da média diária, as exportações brasileiras, na primeira semana de novembro, ficaram 18,5% acima do desempenho médio diário registrado em todo mês de novembro do ano passado (US$ 702,6 milhões). Em relação ao valor médio diário exportado em outubro de 2008 (US$ 841,5 milhões), o resultado da primeira semana de novembro foi 1% menor.

As importações, na primeira semana de novembro, apresentaram desempenho médio diário 22,6% maior que o registrado em todo mês de novembro de 2007 (US$ 601,5 milhões) e 6,3% menor que a média diária dos desembarques internacionais do Brasil em outubro (US$ 786,6 milhões).

O saldo comercial brasileiro registrado na primeira semana de novembro, pela média diária, ficou 5,6% menor que o apresentado em novembro de 2007 (US$ 101,1 milhões) e 73,9% maior que o superávit médio diário registrado em outubro último (US$ 54,9 milhões).

Ano

No acumulado do ano – 216 dias úteis até a primeira semana de novembro – o saldo comercial somou US$ 21,322 bilhões, com média diária de US$ 98,7 milhões. Por esse critério, o superávit comercial ficou 39,9% menor que o registrado no mesmo período do ano passado, quando foi verificada média diária de US$ 164,2 milhões.

As exportações somaram US$ 173,536 bilhões, com média diária de US$ 803,4 milhões, um incremento de 27,2% sobre o desempenho médio diário apresentado no mesmo período de 2007 (US$ 631,7 milhões).

Na mesma comparação, observou-se um crescimento de 50,7% nas importações brasileiras, que saíram de uma média diária de US$ 467,5 milhões de janeiro, até a primeira semana de novembro ano passado, para US$ 704,7 milhões no mesmo período de 2008. As importações até a primeira semana de novembro somaram US$ 152,214 bilhões.

Às 15h, o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) divulgará no site http://www.desenvolvimento.gov.br mais informações sobre as operações de exportação e importação brasileiras na primeira semana de novembro.

Clique aqui e acesse os dados.

Assessoria de Comunicação Social do MDIC

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘PORTAL DO GOVERNO FEDERAL’ (Brasil)

Posted in BALANÇA COMERCIAL, BRASIL, COMÉRCIO - BRASIL, ECONOMIA - BRASIL, EXPANSÃO ECONÔMICA, O MERCADO IMPORTADOR, O PODER EXECUTIVO FEDERAL, SETOR EXPORTADOR, SUPERÁVIT PRIMÁRIO | Leave a Comment »

BALANÇA COMERCIAL VERIFICA SUPERÁVIT DE US$ 477 MI NA 1º SEMANA DO MÊS

Posted by Gilmour Poincaree on November 10, 2008

Segunda-feira, 10 de Novembro de 2008

A balança comercial brasileira foi superavitária em US$ 477 milhões na primeira semana de novembro, Empilhadeira Reach Stakercompreendia pelos dias 1 a 9, com cinco dias úteis.

As exportações foram de US$ 4,164 bilhões e as importações somaram US$ 3,687 bilhões, média diária de US$ 832,8 milhões e US$ 737,4 milhões, respectivamente.

Os números foram apresentados há pouco pelo ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

Em outubro como um todo, o saldo comercial foi de US$ 1,207 bilhão, decorrente de vendas externas de US$ 18,512 bilhões e compras de US$ 17,305 bilhões.

Fonte: Valor Online

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘LOGÍSTICA E TRANSPORTE’ (Brasil)

Posted in BRASIL, ECONOMIA - BRASIL, EXPANSÃO AGRÍCOLA, EXPANSÃO ECONÔMICA, EXPANSÃO INDUSTRIAL, O MERCADO IMPORTADOR, SETOR EXPORTADOR, SUPERÁVIT PRIMÁRIO | Leave a Comment »

FRANQUIA DE GAMES NORTE-AMERICANA ANUNCIA OPERAÇÕES NO BRASIL – Com escritório em Curitiba, Proximo vai importar jogos e videogames – Em entrevista ao G1, diretor Kevin Baqai promete preços acessíveis

Posted by Gilmour Poincaree on October 22, 2008


22/10/08 – 11h21m – Atualizado em 22/10/08 – 11h21m

por Renato Bueno

Do G1, em São Paulo

Uma empresa com sede nos Estados Unidos anunciou recentemente sua presença oficial no mercado Foto - Divulgação - Empresa promete trazer jogos e consoles de videogame a preços competitivosde games e o início de operações em países como República Dominicana, Chile, México e… Brasil. Com sede em Miami, a Proximo Games considera o país uma prioridade na América Latina e promete trazer jogos e videogames a preços competitivos.

A Proximo conta com um centro de operações em Curitiba (PR) e tem planos de abrir lojas próprias em até seis meses, além de fornecer produtos para revendedores já estabelecidos. Segundo a empresa, a atuação sem intermediários permite um preço mais competitivo para os games, já que eles serão comprados diretamente dos fabricantes e trazidos para o Brasil. O diretor de desenvolvimento de negócios, Kevin Baqai, porém, preferiu não fazer uma estimativa de quanto poderá custar um jogo para um console de nova geração, como Xbox 360 e PlayStation 3.

Em menos de dois anos, a Proximo já é a terceira franquia de revenda e distribuição de games a estabelecer uma base de operações no Brasil. Antes dela, a canadense Synergex e a franquia mexicana Gamers também inauguraram lojas e escritórios no país.

Em entrevista ao G1, o diretor Kevin Baqai fala sobre o mercado de games no Brasil e dos planos da Foto - Divulgação - Kevin Baqai promete games a preços competitivos no BrasilProximo para a estréia no país. Ele diz que já visitou cidades brasileiras como São Paulo, Rio de Janeiro, Vitória e Curitiba, e garante: apesar das condições nem sempre favoráveis ao setor, o Brasil é um dos principais mercados da América Latina.

G1 – Quando e por que a Proximo decidiu investir no Brasil?

Kevin Baqai – Para nós, o Brasil é um dos mercados de game mais importantes da região. Na verdade, é nosso primeiro escritório fora dos Estados Unidos – estamos sediados em Curitiba. Estivemos trabalhando com vários distribuidores e revendedores no Brasil por mais de 5 anos, através da Game Quest.

G1 – Quando começam oficialmente as operações no Brasil?

Kevin – Na verdade, estamos bem avançados. A companhia já está em operação, com equipes locais. Estamos em discussão com alguns parceiros regionais sobre acordos e franquias. Gostaríamos de ter um parceiro forte, com a mesma visão de nosso diretor-executivo, que definiu nossa missão: ser a número 1 entre as lojas especializadas em games na América Latina.

G1 – O mercado brasileiro conta com a distribuidora canadense Synergex e com a rede de lojas Gamers, do México. Nesse mercado, qual vai ser o foco da Proximo?

Kevin – Temos um modelo de negócios único que vai beneficiar tanto a indústria quanto os jogadores. Compramos os produtos diretamente dos fabricantes e trazemos para o Brasil, eliminando intermediários e possibilitando os preços que os jogadores esperavam pagar.

G1 – Um jogo de Xbox 360 ou PlayStation 3 no Brasil é vendido a um preço que chega a três vezes o preço original em dólar. É possível prever qual será a faixa de preços dos games trazidos pela Proximo?

Kevin – Esperamos que o preço nas lojas seja competitivo com o preço dos Estados Unidos. Considerando que o Brasil tem taxas e tarifas complexas, esperamos oferecer aos jogadores as melhores opções, preços e serviços.

G1 – Qual a importância da América Latina nesse mercado?

Kevin – É um mercado subestimado, que tem um potencial de crescimento signigficativo. A comunidade de jogadores sempre quis poder conseguir os novos lançamentos direto nas lojas locais, mas nunca teve opções.

G1 – Como estão os contatos com empresas e o governo no Brasil?

Kevin – Temos um ótimo relacionamento com produtoras como Activision, Ubisoft, Konami e muitas outras. Atualmente estamos em negociação com diretores regionais das três fabricantes de videogame – Sony, Microsoft e Nintendo – para criar promoções e suprir a demanda do mercado. Planejamos entrar para a Abes (Associação Brasileira das Empresas de Software), com quem já discutimos sobre assuntos referentes às políticas da indústria de games no país.

G1 – A pirataria é um obstáculo para os negócios no Brasil?

Kevin – Sim e não. A pirataria vai durar até que os consumidores percebam que estão prejudicando a indústria da qual eles fazem parte. Conforme os games se tornam cada vez mais avançados, com recursos on-line, vai diminuir a ocorrência de produtos pirateados, porque o consumidor vai querer jogos que funcionem completamente. Temos planos de trabalhar com produtoras de software e hardware para conseguir suporte em ações legais contra piratas de aparelhos e de games.

G1 – Quando serão inauguradas as primeiras lojas?

Kevin – No momento estamos importando games para os clientes atuais. Quando inauguramos as primeiras lojas com a marca Proximo, o que deve acontecer num prazo de três a seis meses, já devemos estar vendendo também videogames e periféricos.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘G1’ (RJ)

Posted in A INDÚSTRIA DIGITAL, BRASIL, CIDADES, DIGITAL INDUSTRIES, ECONOMIA - BRASIL, ECONOMY, EXPANSÃO ECONÔMICA, FLUXO DE CAPITAIS, INTERNATIONAL, NORTH AMERICA, O MERCADO IMPORTADOR, POLÍTICA REGIONAL, PR, SOUTH AMERICA, THE FLOW OF INVESTMENTS, USA | Leave a Comment »