FROM SCRATCH NEWSWIRE

SCAVENGING THE INTERNET

Archive for the ‘BNDES’ Category

AFTER EXTENSIVE AND SOMETIMES USELESS DISCUSSIONS, THE ENTIRE ‘FROM SCRATCH NEWSWIRE GROUP’, IN FACE OF A POSSIBLE GENERAL STRIKE WITHIN THE GROUP, DECIDED TO TAKE A COLLECTIVE VACATION … SEE YOU FOLKS IN MARCH … AND BY THE WAY, OUR COLLECTIVE VACATION HAS NOTHING TO DO WITH THIS PRESENT GLOBAL FINANCIAL CRISIS …

Posted by Gilmour Poincaree on February 1, 2009

Sunday, February 01, 2009

THE FROM SCRATCH NEWSWIRE GROUP

PUBLISHED BY ‘FROM SCRATCH NEWSWIRE’

THE FROM SCRATCH NEWSWIRE GROUP IS ON VACATION 'TIL MARCH

PUBLISHED BY ‘FROM SCRATCH NEWSWIRE’

Advertisements

Posted in - UNCATEGORIZED, A BOLSA DE VALORES, A CASA CIVIL, A CORRUPÇÃO NO APARELHO DO ESTADO, A CRIMINALIZAÇÃO DOS MOVIMENTOS SOCIAIS, A ENERGIA ALTERNATIVA, A INDÚSTRIA DA COMUNICAÇÃO, A INDÚSTRIA DE ALIMENTOS, A INDÚSTRIA DE CALÇADOS, A INDÚSTRIA DIGITAL, A INDÚSTRIA DO TURISMO, A POLÍCIA CIVIL, A POLÍCIA MILITAR, A PRESIDÊNCIA, A QUESTÃO AGRÁRIA, A QUESTÃO ÉTNICA, A QUESTÃO ENERGÉTICA, A QUESTÃO FEMININA, A QUESTÃO PREVIDENCIÁRIA, AÉREO, ABIN, AC, AERONÁUTICA, AEROPORTOS, AGRICULTURA, AGRICULTURA FAMILIAR, AGRICULTURA SUSTENTÁVEL, AGRICULTURAL PLAGUES, AGRICULTURE, AGRONEGÓCIOS, AGROTÓXICOS, AL, ALIMENTOS PROCESSADOS, AM, AP, ARRECADAÇÃO DE IMPOSTOS E CONTRIBUIÇÕES, AS FORÇAS ARMADAS, AS GANGUES 'MILICIANAS', AS INDÚSTRIAS DE MINERAÇÃO, AS RELAÇÕES DE TRABALHO E EMPREGO, ATIVIDADES CRIMINOSAS - BRASIL, AUTOMAÇÃO DO COMÉRCIO, AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL, ÍNDICE DE PREÇOS AO CONSUMIDOR (IPC), ÍNDICE DE PREÇOS AO CONSUMIDOR - AMPLO (IPCA), ÍNDICE GERAL DE PREÇOS - DISP. INTERNA (IGP-DI), ÍNDICE GERAL DE PREÇOS - MERCADO (IGP-M), ÍNDICES DA RENDA SALARIAL, ÍNDICES DE EMPREGO, ÍNDICES ECONÔMICOS - BRASIL, BA, BALANÇA COMERCIAL, BALANÇA DE PAGAMENTOS, BANCO CENTRAL - BRASIL, BANKING SYSTEMS, BIOCOMBUSTÍVEIS, BIOMASSA, BIOMASSA, BNDES, BRASIL, CARLOS DIREITO, CÂMARA DOS DEPUTADOS, CE, CENTRAL BANKS, CIDADANIA, CIDADES, CINEMA, COMÉRCIO - BRASIL, COMBATE AO TRABALHO ESCRAVO E INFANTIL, COMBATE À CORRUPÇÃO - BRASIL, COMBATE À DESIGUALDADE E À EXCLUSÃO - BRASIL, COMBATE À VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES, COMBATE À VIOLÊNCIA DOMÉSTICA, COMMERCE, COMMODITIES MARKET, CONSELHO MONETÁRIO NACIONAL (CMN), CORRUPÇÃO - BRASIL, CORRUPÇÃO NA POLÍTICA, CRIMES AMBIENTAIS - BRASIL, CRIMES EMPRESARIAIS, CURRENCIES, DANIEL DANTAS, DEFESA DO CONSUMIDOR - BRASIL, DEFESA DO MEIO AMBIENTE - BRASIL, DEPUTADOS ESTADUAIS, DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL, DF, DIREITOS HUMANOS - BRASIL, EÓLICA, ECOLOGICAL AGRICULTURE, ECONOMIA - BRASIL, ECONOMIC CONJUNCTURE, ECONOMY, ECONOMY - USA, EDUCAÇÃO - BRASIL, ENSINO FUNDAMENTAL - 1° e 2° GRAUS, ENSINO UNIVERSITÁRIO - GRADUAÇÃO, ES, ETANOL, EXÉRCITO, EXPANSÃO AGRÍCOLA, EXPANSÃO ECONÔMICA, EXPANSÃO INDUSTRIAL, FARMING DEBTS, FARMING SUBSIDIES, FERROVIAS, FERROVIAS, FERTILIZERS, FINANCIAL MARKETS, FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO, FLORESTAS PLANTADAS, FLUXO DE CAPITAIS, FORÇA DE SEGURANÇA NACIONAL, FUSÕES E/OU INCORPORAÇÕES EMPRESARIAIS, GÁS NATURAL, GENETICALLY MODIFIED AGRO-PRODUCTS, GILMAR MENDES, GO, HIDRELÉTRICAS, INDÚSTRIA AUTOMOTIVA, INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL, INDÚSTRIA DE ELETRO-ELETRÔNICOS, INDÚSTRIA FARMACÊUTICA, INDÚSTRIA METALÚRGICA, INDÚSTRIAS, INDUSTRIAL PRODUCTION, INDUSTRIES, INFRAESTRUTURA - BRASIL, INSTITUIÇÕES DE FOMENTO NACIONAL, INSTITUTOS REGULADORES DA ECONOMIA - BRASIL, INTERNATIONAL, ISLAMIC BANKS, JUROS BANCÁRIOS, LAVAGEM DE DINHEIRO, LUIS INÁCIO LULA DA SILVA, MA, MACROECONOMY, MARÍTIMO, MARINHA, MG, MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO, MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA, MINISTÉRIO DA CULTURA, MINISTÉRIO DA DEFESA, MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO, MINISTÉRIO DA FAZENDA, MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL, MINISTÉRIO DA JUSTIÇA, MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL, MINISTÉRIO DA SAÚDE, MINISTÉRIO DAS CIDADES, MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES, MINISTÉRIO DAS MINAS E ENERGIA, MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES, MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR, MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO, MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME, MINISTÉRIO DO ESPORTE, MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE, MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO, MINISTÉRIO DO TURISMO, MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES, MS, MT, NARCOTRÁFICO, O BIODIESEL, O CASO JOSÉ DIRCEU, O CRIME ORGANIZADO, O DISCURSO CONTRA AS POLÍTICAS AFIRMATIVAS, O MERCADO DE TRABALHO - BRASIL, O MERCADO FINANCEIRO, O MERCADO IMPORTADOR, O MOVIMENTO DOS POVOS NATIVOS, O MOVIMENTO DOS SEM-TERRA (MST), O MOVIMENTO NEGRO, O MOVIMENTO RURALISTA, O MUNDO DO TRABALHO - BRASIL, O MUNICÍPIO DE NITERÓI, O MUNICÍPIO DE SÃO GONÇALO, O MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO, O PODER EXECUTIVO, O PODER EXECUTIVO ESTADUAL, O PODER EXECUTIVO FEDERAL, O PODER EXECUTIVO MUNICIPAL, O PODER JUDICIÁRIO, O PODER LEGISLATIVO, O PODER LEGISLATIVO ESTADUAL, O PODER LEGISLATIVO FEDERAL, O PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL, O SETOR DOS TRANSPORTES, O SISTEMA BANCÁRIO - BRASIL, O SUPREMO TRIBUNAL DE JUSTIÇA, O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, O TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL, ORÇAMENTO ESTADUAL, ORÇAMENTO MUNICIPAL, ORÇAMENTO NACIONAL - BRASIL, OS GOVERNADORES, OS JUDICIÁRIOS ESTADUAIS, OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO - BRASIL, OS PREFEITOS, OS TRABALHADORES, OS TRIBUNAIS REGIONAIS ELEITORAIS, PA, PARTIDO COMUNISTA DO BRASIL (PC do B), PARTIDO DA CAUSA OPERÁRIA (PCO), PARTIDO DA MOBILIZAÇÃO NACIONAL (PMN), PARTIDO DA REPÚBLICA (PR), PARTIDO DA SOCIAL DEMOCRACIA BRASILEIRA (PSDB), PARTIDO DEMOCRÁTICO TRABALHISTA (PDT), PARTIDO DO MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO (PMDB), PARTIDO DOS DEMOCRATAS (PD), PARTIDO DOS TRABALHADORES (PT), PARTIDO POPULAR SOCIALISTA (PPS), PARTIDO PROGRESSISTA (PP), PARTIDO RENOVADOR TRABALHISTA BRASILEIRO (PRTB), PARTIDO SOCIAL CRISTÃO (PSC), PARTIDO SOCIAL DEMOCRATA CRISTÃO (PSDC), PARTIDO SOCIAL LIBERAL (PSL), PARTIDO SOCIALISMO E LIBERDADE (PSOL), PARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO (PSB), PARTIDO SOCIALISTA DOS TRABALHADORES UNIFICADO (PSTU), PARTIDO TRABALHISTA BRASILEIRO (PTB), PARTIDO TRABALHISTA CRISTÃO (PTC), PARTIDO TRABALHISTA DO BRASIL (PT do B), PARTIDO TRABALHISTA NACIONAL (PTN), PARTIDO VERDE (PV), PARTIDOS POLÍTICOS - BRASIL, PB, PE, PECUÁRIA, PECULATO, PESQUISAS E PÓS-GRADUAÇÃO, PETRÓLEO, PI, POLÍCIA FEDERAL, POLÍTICA - BRASIL, POLÍTICA EXTERNA - BRASIL, POLÍTICA REGIONAL, PORTOS, PR, PREVARICAÇÃO, PRODUTO INTERNO BRUTO, PRODUTO INTERNO BRUTO ESTADUAL, PRODUTO INTERNO BRUTO NACIONAL, PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO (PAC), PUBLIC SECTOR AND STATE OWNED ENTERPRISES, REAJUSTES SALARIAIS, RECEITA FEDERAL - BRASIL, REGULATIONS AND BUSINESS TRANSPARENCY, RELAÇÕES COMERCIAIS INTERNACIONAIS - BRASIL, RELAÇÕES DIPLOMÁTICAS - BRASIL, RELAÇÕES INTERNACIONAIS - BRASIL, RESTRUCTURING OF PRIVATE COMPANIES, RESTRUCTURING OF THE PUBLIC SECTOR, RJ, RN, RO, RODOVIAS, RODOVIÁRIO, RR, RS, SAÚDE E ATENDIMENTO MÉDICO, SANEAMENTO BÁSICO, SC, SE, SEMENTES TRANSGÊNICAS, SENADO, SETOR EXPORTADOR, SINDICATOS DAS CATEGORIAS PROFISSIONAIS, SISTEMA PÚBLICO DE SAÚDE, SISTEMA PRIVADO DE SAÚDE, SP, SUPERÁVIT COMERCIAL, SUPERÁVIT PRIMÁRIO, TARSO GENRO, TAXA DE CÂMBIO - BRASIL, TAXA DOS JUROS COMERCIAIS, TAXA SELIC, TAXAS DE DESEMPREGO, TELEFONIA - FIXA E MÓVEL, THE FLOW OF INVESTMENTS, THE WORK MARKET, TO, USA, VEREADORES | 1 Comment »

PETROBRAS TERÁ US$ 10 BILHÕES DO BNDES EM 2010 (Brazil)

Posted by Gilmour Poincaree on January 27, 2009

26/01/2009 11:41

FolhaNews

PUBLISHED BY ‘CORREIO BRAZILIENSE’

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘CORREIO BRAZILIENSE’

Posted in A QUESTÃO ENERGÉTICA, BANKING SYSTEMS, BNDES, BRASIL, COMMERCE, ECONOMIA - BRASIL, ECONOMIC CONJUNCTURE, ENERGY INDUSTRIES, EXPANSÃO ECONÔMICA, EXPANSÃO INDUSTRIAL, FINANCIAL CRISIS 2008/2009, FINANCIAL MARKETS, FINANCIAL SERVICES INDUSTRIES, FLUXO DE CAPITAIS, GÁS NATURAL, INDUSTRIAL PRODUCTION, INDUSTRIES, INTERNATIONAL, PETRÓLEO, PUBLIC SECTOR AND STATE OWNED ENTERPRISES, RECESSION, REGULATIONS AND BUSINESS TRANSPARENCY, THE FLOW OF INVESTMENTS | Leave a Comment »

BNDES APROVA FINANCIAMENTO QUE VAI GERAR MAIS DE 3 MIL EMPREGOS DIRETOS (Brazil)

Posted by Gilmour Poincaree on January 27, 2009

26/01/2009 19:57

Agência Brasil

PUBLISHED BY ‘CORREIO BRAZILIENSE’

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘CORREIO BRAZILIENSE’

Posted in BANKING SYSTEMS, BNDES, BRASIL, CIDADANIA, COMBATE À DESIGUALDADE E À EXCLUSÃO - BRASIL, ECONOMIA - BRASIL, ECONOMIC CONJUNCTURE, ECONOMY, EXPANSÃO ECONÔMICA, FINANCIAL MARKETS, FINANCIAL SERVICES INDUSTRIES, FLUXO DE CAPITAIS, INSTITUIÇÕES DE FOMENTO NACIONAL, INTERNATIONAL, O PODER EXECUTIVO FEDERAL, PUBLIC SECTOR AND STATE OWNED ENTERPRISES, RECESSION, REGULATIONS AND BUSINESS TRANSPARENCY, THE FLOW OF INVESTMENTS | Leave a Comment »

BNDES – ESTATUTO MUDA PARA AMPLIAR CAPACIDADE DE FINANCIAMENTO (Brazil)

Posted by Gilmour Poincaree on January 1, 2009

31/12/2008

Cruzeiro On Line

PUBLISHED BY ‘JORNAL CRUZEIRO DO SUL’ (Brazil)

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘JORNAL CRUZEIRO DO SUL’ (Brazil)

Posted in BANKING SYSTEMS, BNDES, BRASIL, ECONOMIA - BRASIL, ECONOMIC CONJUNCTURE, ECONOMY, EXPANSÃO AGRÍCOLA, EXPANSÃO ECONÔMICA, EXPANSÃO INDUSTRIAL, FINANCIAL CRISIS 2008/2009, FINANCIAL MARKETS, FINANCIAL SERVICES INDUSTRIES, FLUXO DE CAPITAIS, INDÚSTRIAS, INDUSTRIAL PRODUCTION, INDUSTRIES, INTERNATIONAL, O MERCADO FINANCEIRO, O PODER EXECUTIVO FEDERAL, O SISTEMA BANCÁRIO - BRASIL, PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO (PAC), RECESSION, THE FLOW OF INVESTMENTS | Leave a Comment »

EQUADOR PAGA PARCELA DE US$ 28 MILHÕES AO BNDES – VALOR TOTAL DA DÍVIDA É DE US$ 286,8 MILHÕES (Brazil)

Posted by Gilmour Poincaree on December 30, 2008

29/12/2008 – 21h05min

EFE

PUBLISHED BY ‘ZERO HORA’ (Brazil)

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘ZERO HORA’ (Brazil)

Posted in BANKING SYSTEMS, BNDES, BRASIL, COMMERCE, CONSTRUCTION INDUSTRIES, ECONOMIA - BRASIL, ECONOMIC CONJUNCTURE, ECONOMY, ECUADOR, ENERGY INDUSTRIES, EXPANSÃO ECONÔMICA, EXPANSÃO INDUSTRIAL, FINANCIAL CRISIS 2008/2009, FINANCIAL MARKETS, FINANCIAL SERVICES INDUSTRIES, FLUXO DE CAPITAIS, FOREIGN DEBTS, FOREIGN POLICIES, HYDROELECTRIC ENERGY, INDUSTRIAL PRODUCTION, INDUSTRIES, INTERNATIONAL, INTERNATIONAL RELATIONS, MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES, O MERCADO FINANCEIRO, O PODER EXECUTIVO FEDERAL, O SISTEMA BANCÁRIO - BRASIL, POLÍTICA EXTERNA - BRASIL, PUBLIC SECTOR AND STATE OWNED ENTERPRISES, RECEITA FEDERAL - BRASIL, RECESSION, REGULATIONS AND BUSINESS TRANSPARENCY, RELAÇÕES COMERCIAIS INTERNACIONAIS - BRASIL, RELAÇÕES DIPLOMÁTICAS - BRASIL, RELAÇÕES INTERNACIONAIS - BRASIL | Leave a Comment »

GOVERNO JÁ APLICOU R$ 363 BILHÕES NA ECONOMIA PARA CONTER CRISE (Brazil)

Posted by Gilmour Poincaree on December 23, 2008

Domingo, 21 de Dezembro de 2008 – 10h12

Da Agência Brasil

PUBLISHED BY ‘CORREIO DA PARAÍBA’ (Brasil)

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘CORREIO DA PARAÍBA’ (Brasil)

Posted in BANKING SYSTEMS, BNDES, BRASIL, CIDADANIA, COMBATE À DESIGUALDADE E À EXCLUSÃO - BRASIL, ECONOMIA - BRASIL, ECONOMIC CONJUNCTURE, ECONOMY, EXPANSÃO ECONÔMICA, FINANCIAL CRISIS 2008/2009, FINANCIAL MARKETS, FLUXO DE CAPITAIS, INSTITUIÇÕES DE FOMENTO NACIONAL, INTERNATIONAL, O PODER EXECUTIVO FEDERAL, PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO (PAC), RECESSION, SETOR EXPORTADOR, THE FLOW OF INVESTMENTS | Leave a Comment »

BNDES LIBERA R$ 10 BILHÕES PARA CAPITAL DE GIRO (Brasil)

Posted by Gilmour Poincaree on November 30, 2008

30/11/2008 às 08:30:02 – Atualizado em 30/11/2008 às 17:21:53

PUBLISHED BY ‘PARANÁ ON LINE'(Brasil)

Agência Estado

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anuncia na segunda-feira (1º) uma linha de financiamento a capital de giro, com nova injeção de recursos de R$ 10 bilhões para o setor produtivo. Será mais uma medida do governo para tentar manter inalterado o nível de investimentos no País, apesar da crise. Do volume recorde de R$ 90 bilhões que o banco estima liberar este ano, pelo menos R$ 51,2 bilhões virão de reforços extras em seu caixa.

A escassez de recursos no mercado elevou a importância do banco estatal – principal veículo financiador das empresas nacionais – na economia. O BNDES aumentou sua participação no crédito à exportação para suprir a seca das Antecipações de Contratos de Crédito (ACCs); passou a oferecer empréstimo-ponte para garantir novos projetos; elevou sua participação em projetos industriais e se dispôs a entrar como debenturista ou acionista no capital de empresas em dificuldades.

“Vai haver um momento em que o governo, que orienta o banco, decidirá o que é mais conveniente: ou o BNDES fica restrito, atuando de forma mais segmentada e seletiva, ou aumenta o seu funding. Considerando a característica o longo prazo, é possível que o nível do banco tenha de ficar sistematicamente acima da capacidade atual”, disse o diretor financeiro do banco, Maurício Borges Lemos.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘PARANÁ ON LINE'(Brasil)

Posted in BNDES, BRASIL, ECONOMIA - BRASIL, EXPANSÃO ECONÔMICA, EXPANSÃO INDUSTRIAL, FLUXO DE CAPITAIS, O MERCADO FINANCEIRO, O PODER EXECUTIVO, ORÇAMENTO NACIONAL - BRASIL, SETOR EXPORTADOR | Leave a Comment »

DEMANDA SOBRE CRÉDITO BNDES EN CASO ODEBRECHT (Ecuador)

Posted by Gilmour Poincaree on November 21, 2008

Portoviejo, 20-11-2008

Quito.- Ecuador presentó una demanda de arbitraje para frenar el pago del crédito otorgado por el RAFAEL CORREABanco Nacional de Desarrollo Económico y Social (Bndes), de Brasil, para financiar la construcción de la central San Francisco, a cargo de la firma brasileña Odebrecht, expulsada del país, informó hoy la prensa.

La acción se interpuso el miércoles en la Cámara de Comercio Internacional (CCI), en París, y según Jorge Glas, presidente del Fondo de Solidaridad, es una antesala del informe que hoy expondrá la Comisión de Auditoría de la Deuda Externa, en el que “hay un capítulo dedicado al tema de San Francisco”.

Esa Comisión sugiere tomar acciones de nulidad sobre el contrato de crédito suscrito con el Bndes por las violaciones legales y constitucionales del proceso, publica el diario El Universo, que añade que por el caso Odebrecht también se puso una demanda en la Fiscalía.

En la demanda arbitral en la CCI se solicitan medidas cautelares contra la Agencia Especial de Financiamiento Industrial (Finame), como agente mandatario del Bndes para frenar los cobros por el crédito dado a Hidropastaza, primera concesionaria de la central, para financiar su construcción.

Dentro del arbitraje también se solicitó la nulidad de una cláusula que establece la capitalización de los intereses y la anulación de los cobrados por este concepto: “Exigimos que los intereses capitalizados que son ilegales aquí y en el Brasil, queden sin efecto”, recalcó el funcionario.

El crédito por 286 millones de dólares suscrito con Bndes, añadió Glas, establece un mecanismo de pago sustentado en el convenio de compensaciones recíprocas de comercio exterior de la Asociación Latinoamericana de Integración (Aladi), organismo conformado por los bancos centrales de países miembros.

Sin embargo, “queda claro que no hubo exportación de todos los bienes (para la construcción de la obra) desde Brasil, por ejemplo, el cemento, el hierro, las máquinas, que vinieron de Europa, y el equipamiento electromecánico, así que se ha dado un mal uso de este sistema de pago de la Aladi”, indicó.

Con esta acción, anota el diario, prácticamente se bloquea un pago por 14 millones de dólares comprometido para diciembre próximo con el Bndes, pues la CCI deberá asignar árbitros para que luego se constituya el tribunal, el cual avocará conocimiento de la demanda de Ecuador y las medidas cautelares pertinentes.

“Con esto se da un paso histórico para el país. Es la primera vez que se presenta una demanda exigiendo justicia y en este caso ante un tribunal como la CCI”, indicó Glas tras resaltar que la acción está sustentada y cuenta con el patrocinio de estudios jurídicos internacionales.

Asimismo, Glas informó que el miércoles también se presentó una demanda penal por usura en la Fiscalía de Ecuador, que recae sobre los funcionarios nacionales y extranjeros que participaron en la firma del contrato de financiación de la central con Finame-Bndes.

El presidente de Ecuador, Rafael Correa, ordenó en septiembre pasado la expulsión de Odebrecht por los problemas suscitados con la central hidroeléctrica San Francisco, que permaneció paralizada durante varios meses antes de entrar nuevamente en operación a cargo del Estado ecuatoriano. EFE

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘EL DIARIO’ (Ecuador)

Posted in BNDES, BRASIL, ECONOMIC CONJUNCTURE, FOREIGN POLICIES, INTERNATIONAL, MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES, O PODER EXECUTIVO FEDERAL, REGULATIONS AND BUSINESS TRANSPARENCY, RELAÇÕES INTERNACIONAIS - BRASIL | Leave a Comment »

MANTEGA DESCARTA QUE BRASIL POSSA USAR RECURSOS DO FMI – Linhas de crédito representam apenas uma garantia adicional, diz ministro

Posted by Gilmour Poincaree on November 20, 2008

20/11/2008 – 19h30min

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, negou nesta quinta-feira que o governo pretenda usar as linhas de crédito do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Federal Reserve (Fed), banco central americano, para ajudar a economia do país. Segundo ele, esses recursos representam apenas uma garantia adicional para o Brasil em momentos de crise, mas não existe necessidade de utilizar esse dinheiro.

Mantega ressaltou que esses recursos servem para prevenir ataques de especuladores à economia brasileira.

— Não há intenção de sacar esses recursos. Só se houver necessidade, mas acredito que isso não ocorrerá. (Esse reforço) é mais aquela coisa que diz: “Não venha fazer especulação porque temos bala na agulha” — declarou.

Atualmente, o Brasil possui US$ 30 bilhões de uma linha especial do FMI destinada a socorrer países afetados pela crise internacional. Além disso, o Banco Central (BC) firmou, no final de outubro, acordo com o Federal Reserve para uma linha de swap cambial (troca de rendimentos) de dólares por reais de outros US$ 30 bilhões, que estará disponível até 30 de abril do próximo ano.

Mantega descartou a possibilidade de que recursos internacionais sejam usados para elevar os recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no próximo ano. Segundo o ministro, os aportes ao banco estão sendo feitos com recursos do Tesouro Nacional.

Neste ano, segundo o ministro, o BNDES obteve R$ 50 bilhões extras para financiar investimentos. Os recursos vieram de títulos do Tesouro repassados à instituição financeira, que os vendeu ao mercado e de Certificados de Depósito Interbancários (CDI) emitidos pelo banco. O ministro reafirmou que o Conselho Monetário Nacional (CMN) deve emitir resolução para autorizar o Banco Central a repassar recursos dos compulsórios dos bancos ao BNDES, mas revisou os valores. Anteriormente, ele tinha anunciado que o BNDES receberia R$ 7,5 bilhões do dinheiro que os bancos são obrigados a recolher ao BC, mas agora disse que esse valor deve ficar em torno de R$ 6 bilhões.

AGÊNCIA BRASIL

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘DIÁRIO CATARINENSE’ (Brasil)

Posted in BANCO CENTRAL - BRASIL, BNDES, BRASIL, ECONOMIA - BRASIL, FLUXO DE CAPITAIS, IMF, INTERNATIONAL, MINISTÉRIO DA FAZENDA, O PODER EXECUTIVO FEDERAL | Leave a Comment »

CARTÃO BNDES ATINGE EM OUTUBRO O MELHOR DESEMPENHO DE SUA HISTÓRIA (Brasil)

Posted by Gilmour Poincaree on November 20, 2008

19/11/2008

Produto voltado especificamente para micro, pequenas e médias empresas, o Cartão BNDES atingiu em outubro seu melhor desempenho desde que começou a operar, em 2003. Pela primeira vez, foi ultrapassada a marca de R$ 100 milhões em transações dentro de um mesmo mês. O valor, R$ 110 milhões, foi mais de 20% superior ao alcançado em setembro.

Ainda com relação ao mês anterior, o número de operações cresceu 12%, chegando a 7.195 (no acumulado do ano, já foram mais de 50 mil). O valor médio diário de transações, por sua vez, cresceu 18%, perfazendo mais de R$ 4,8 milhões por dia útil. Do mesmo modo, as solicitações de credenciamento de novos fabricantes (385) e distribuidores (353) também foram recordes, representando aumentos de 14% e 70%, respectivamente.

Com base nos dados disponíveis até o momento, é possível projetar que o Cartão BNDES encerrará o ano de 2008 com liberações totais da ordem de R$ 820 milhões, acima da estimativa inicial, de R$ 750 milhões, e apresentando crescimento de aproximadamente 60% em relação a 2007.

Histórico – Emitido por agentes financeiros intermediários (atualmente, CEF, BB e Bradesco), o Cartão BNDES é uma linha de crédito rotativo pré-aprovada, cujas operações são realizadas automaticamente pelo portal http://www.cartaobndes.gov.br.

Surgido para financiar bens de produção para micro, pequenas e médias empresas brasileiras, o produto vem incluindo em seu portifólio, desde 2006, alguns insumos industriais processados por empresas de pequeno porte e transformados em produtos de maior valor agregado.

A partir de setembro deste ano, passaram a ser financiáveis também serviços de certificação, inspeção de conformidade, calibração e ensaios laboratoriais, desde que prestados por entidades reconhecidas pelo INMETRO, e serviços de acreditação para hospitais e demais instituições de saúde, segundo os padrões reconhecidos pela ANS.

Atualmente, estão credenciados 10 mil fornecedores, que disponibilizam mais de 96 mil itens financiáveis. Com um desembolso médio unitário de R$ 15 mil por operação, distribuído entre os 27 Estados do País, o Cartão BNDES representa a democratização no acesso aos recursos do Banco. No total, existem 150 mil cartões emitidos (97% deles para micro e pequenas empresas), cujos limites de crédito pré-aprovados somam R$ 4,6 bilhões.

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘PORTAL DO GOVERNO FEDERAL’ (Brasil)

Posted in BNDES, BRASIL, ECONOMIA - BRASIL, EXPANSÃO ECONÔMICA, EXPANSÃO INDUSTRIAL, FLUXO DE CAPITAIS, INDÚSTRIAS, INTERNATIONAL, O MERCADO FINANCEIRO, O PODER EXECUTIVO FEDERAL, ORÇAMENTO NACIONAL - BRASIL | Leave a Comment »

BNDES E MINISTÉRIO DA SAÚDE ASSINAM CONTRATO DE R$ 31,5 MI PARA EXPANSÃO DA REDE BRASILCORD (Brasil)

Posted by Gilmour Poincaree on November 19, 2008

18 de Novembro de 2008

A Rede BrasilCord, que reúne os bancos públicos de sangue de cordão umbilical e placentário, terá R$ 31,5 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para sua ampliação. O contrato entre o BNDES e o Ministério da Saúde foi assinado na sexta-feira (14). Os recursos serão utilizados na estruturação de oito novas unidades da Rede, coordenada pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca).

Para contemplar toda a diversidade genética do povo brasileiro, os bancos serão construídos no Pará, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Ceará, Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais e Distrito Federal. O objetivo é armazenar cerca de 50 mil cordões nos 12 bancos integrantes da Rede, número considerado ideal para, juntamente com os doadores voluntários de medula óssea, suprir a demanda de transplantes no Brasil.

Os recursos destinados à Rede são provenientes do Fundo Social do BNDES e serão administrados pela Fundação Ary Frauzino (FAF), para a Pesquisa e Controle do Câncer, responsável pela logística do projeto e a prestação de contas dos recursos financeiros.

Hoje, a Rede BrasilCord conta com quatro bancos instalados no Instituto Nacional de Câncer (Inca), no Rio de Janeiro, no Hospital Albert Einstein (São Paulo) e nos hemocentros de Campinas e Ribeirão Preto. Além da construção das novas unidades da Rede BrasilCord, os recursos serão utilizados em compra de equipamentos dos bancos já em funcionamento e no treinamento de recursos humanos. Para fortalecer ainda mais a Rede, o Laboratório de Imunogenética do Inca (referência para os exames da BrasilCord) também receberá melhorias.

O diretor geral do Inca, Luiz Antonio Santini, da Rede BrasilCord, destacou o sucesso da parceria entre o BNDES, o Ministério da Saúde e a FAF. “Juntos conseguimos reduzir os cerca de dez anos previstos para a implementação de uma rede deste porte para os dois anos em que foi executado o processo”, afirmou. “Hoje contamos com quatro unidades e, com estes recursos, somaremos mais oito centros. Com isto, o perfil genético da população brasileira será traçado, permitindo um maior número de transplantes, em geral, e os de medula. É um momento muito especial”, comemorou.

Células-tronco – O sangue do cordão umbilical é rico em células-tronco. Este material é utilizado em tratamentos de doenças de sangue, como leucemias e anemias, porque tem a capacidade de regenerar a medula óssea, responsável pela produção das substâncias do sangue. Quando há um paciente com indicação de transplante de medula óssea, suas características genéticas são comparadas com as unidades do sangue dos cordões armazenados em bancos públicos e com os doadores voluntários de medula óssea para verificar a compatibilidade.

O transplante é semelhante ao realizado quando há um doador, ou seja, o paciente recebe as células-tronco por meio de transfusão.

Editado pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República
Nº 729 – Brasília

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘EM QUESTÃO’ (Brasil)

Posted in BNDES, BRASIL, INTERNATIONAL, MINISTÉRIO DA SAÚDE, O PODER EXECUTIVO FEDERAL, SISTEMA PÚBLICO DE SAÚDE | Leave a Comment »