FROM SCRATCH NEWSWIRE

SCAVENGING THE INTERNET

Archive for November 24th, 2008

TIME AND MONEY ARE RUNNING OUT AT WOOLWORTHS (England)

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

24-11-2008

If things at troubled Woolworths Group don’t shape up quickly the British high street retailer will be put into administration soon. As soon as this week, experts tell Financial Times.

Discussions continued yesterday, with the Woolworths board and Hilco UK, the retail restructuring specialist, attempting to find a debt formula that would be palatable to lenders, which are led by Burdale and GMAC. Woolworths has advocated an emergency demerger of the group, which includes EUK, a wholesale distribution division, and 2entertain, a DVD publishing joint venture with the BBC, as well as the 800-store retail chain.

Under the plan, Hilco would take the stores for a nominal fee and assume about £300m of the £385m debt burden. The rest of the debt would be left with the residual businesses, which are profitable.

With Woolworths running out of cash, it is in urgent need for lenders to approve a deal along those lines. Otherwise, the entire group is likely to be placed into administration next week, with Deloitte, adviser to the banks, likely to take control and liquidate assets.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘HÖF’S MIXTAPE – (Christian Höferle)’

Posted in COMMERCE, COMMODITIES MARKET, ECONOMIC CONJUNCTURE, ECONOMY, ENGLAND, FINANCIAL CRISIS 2008/2009, INTERNATIONAL, RECESSION, STOCK MARKETS | Leave a Comment »

ABOUT $4BN IMF LOAN LIKELY (Pakistan)

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

November 23, 2008

By Anwar Iqbal

WASHINGTON, Nov 23: The executive board of the International Monetary Fund will consider a $7.6 billion rescue package for Pakistan on Monday to help the country avoid an economic collapse.

The board is likely to approve the package the same day as there seems to be a consensus in Washington that it’s in everybody’s interest to move rapidly to prevent an economic implosion in Pakistan.

If the rescue package is approved by Monday afternoon, the necessary documents allowing the transfer of money to Pakistan can be signed the same day.

Pakistan is likely to get between $3.5 billion and $4 billion initially while the rest will be distributed in six equal instalments.

After the approval the money will be transferred to the State Bank of Pakistan’s account in the US Federal Reserve in New York. The disbursement takes 48 to 72 hours, which means that Pakistan will have the money by Thursday.

This expected rapid disbursement enjoys the support of the US administration which wants to help Pakistan arrest the current economic deterioration as soon as possible.

But Pakistan experts in the US administration, as well as the World Bank and the IMF, also want Islamabad to make structural adjustments to set their economy in the right direction.

In a joint article for Washington’s Middle East Institute, former US ambassador to Islamabad Wendy Chamberlin and a former IMF economist Zubair Iqbal argued that “a rescue plan could have the advantage of presenting an opportunity to force countries like Pakistan to come to grips with entrenched structural distortions in its economy”.

The two authors also argued that countries like Pakistan could not count on the cash from wealthy oil producers in the Gulf for a bailout. Instead, they urged “a more organised approach” to aiding “distressed economies”.

The authors proposed establishing a trust fund made up of multilateral and regional lending agencies, selected GCC countries, and the G-7 to pool resources and facilitate their effective use by vulnerable counties under the IMF/World bank guidance.

The two authors and other experts are also urging Pakistan to reduce expenditure and increase revenue if it wants to have a stable economy. But they also acknowledge that it may be difficult for a political government to reduce expenditure as such steps are unpopular and may cause political repercussions.

So they want Pakistan to increase revenue. “It is particularly difficult to reduce expenditure when the economy is slowing, the private sector is upset and the government has just increased interest rate,” said one such expert.

“So it is essential to increase revenue.”

And when such experts talk about the need to increase revenue, they emphasise the need to introduce agriculture income tax which, they argue, will also raise domestic savings.

They reject Pakistan’s claim that they have introduced agriculture income tax. The experts argue that the taxes introduced in the name of agriculture income tax six or seven years ago were simply the land revenues which are being collected since the British days.

“When we talk about agriculture income tax, we mean agriculture income tax and not an old medicine with a new package,” said an expert.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘DAWN’ (Pakistan)

Posted in ECONOMIC CONJUNCTURE, ECONOMY, FINANCIAL CRISIS 2008/2009, IMF, INTERNATIONAL, PAKISTAN | Leave a Comment »

50 000 ROMANIANS SACKED IN TWO MONTHS OVER FINANCIAL CRISIS EFFECTS

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

24 November 2008, Monday

The consequences of the global financial crisis have led to the sacking of 50 000 Romanians in October and November so far, the Romanian newspaper Ziua reported Monday as quoted by the Pari Daily.

Over 150 000 Romanians in total have been made redundant in the recent months, according to the article.

The President of the National Council of Small and Medium Sized Private Enterprises in Romania Ovidiu Nicolescu is quoted as saying that the economy was in stagnation, the investments had been blockaded, and the orders from abroad had declined substantially.

The Ziua newspaper points out that Romania’s economic growth in 2009 would most likely be 4%, which twice lower than the previously expected 8%. The prognosis is based on the opinion of 11 leading economists.

Romania’s construction, manufacturing, and agriculture are expected to bear the brunt of the effects of the financial crisis.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘NOVINITE’ (Bulgaria)

Posted in AGRICULTURE, CONSTRUCTION INDUSTRIES, ECONOMIC CONJUNCTURE, ECONOMY, FINANCIAL CRISIS 2008/2009, INDUSTRIAL PRODUCTION, INDUSTRIES, INTERNATIONAL, NATIONAL WORK FORCES, RECESSION, ROMANIA, THE WORK MARKET, THE WORKERS | Leave a Comment »

BRAZIL INVESTOR CSN SENDS SCOUTS TO CHECK OUT KREMIKOVTZI (Bulgaria)

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

24 November 2008, Monday

Representatives of the Brazilian company CSN (Companhia Siderurgica Nacional) are arriving to Bulgaria's troubled steel-mill Kremikovtzi will be surveyed by scouts of the Brazilian company CSN which has expressed interest in investing in the plant. Photo by Nadya Kotseva (Sofia Photo Agency)Bulgaria’s capital Sofia Monday to inspect the troubled steel-maker Kremikovtzi in view of its declared interest to bid for the purchase of the plant.

The news about CSN’s investment interest in Kremikovtzi was announced on November 19 when the management of the company had a working meeting with the Bulgarian Minister of Economy Petar Dimitrov during his official visit to the Brazilian city Sao Paolo last week.

Representatives of the Kremikovtzi management and syndicates also took part in the meeting from Sofia via video satellite.

According to the Technology Director of the Bulgarian steel plant Stoyan Pirlov, the Brazilian company, which is a large producer of iron ore and had really strong positions on the domestic market, was interested in acquiring a plant in Europe. COMPANHIA SIDERÚRGICA NACIONAL (CSN) - BRASIL

The visit CSN’s scouts to Kremikovtzi is expected to shed more light on the plans of the Brazilian company with respect to the plant.

According to sources from the plant management, the Ukrainian company Smart Group was still interested in bidding for the purchase of Kremikovtzi.

CSN was founded in 1969, and is presently the second largest steel-maker in Brazil. Its main plant is located in the city of Volta Redonda in the state of Rio de Janeiro.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘NOVINITE’ (Bulgaria)

Posted in BRASIL, BULGARIA, ECONOMIA - BRASIL, ECONOMIC CONJUNCTURE, ECONOMY, EXPANSÃO ECONÔMICA, EXPANSÃO INDUSTRIAL, FLUXO DE CAPITAIS, FOREIGN POLICIES, INDÚSTRIA METALÚRGICA, INDÚSTRIAS, INDUSTRIAL PRODUCTION, INDUSTRIES, INTERNATIONAL, INTERNATIONAL RELATIONS, METALS INDUSTRY, RELAÇÕES INTERNACIONAIS - BRASIL, THE FLOW OF INVESTMENTS | Leave a Comment »

WORKERS, MANAGEMENT OF BULGARIA’S MILITARY FACTORY VMZ STRIKE DEAL

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

21 November 2008, Friday

The workers of one of Bulgaria’s largest military factories, VMZ, which is located in the central Bulgarain town of Sopot, called off their strike on Friday after they reached an agreement with the management.

Several hundred workers led by the Podkrepa Labor Confederation stopped work as planned Friday morning in order to stage a protest rally.

A fight almost broke out at one point, when the protesting workers blocked the central entrance of the factory in order to prevent some of their colleagues, who did not support the strike, to reach their working places.

Later on Friday, however, the management of the factory agreed to fulfill all of the workers’ demands including the payment of salary increases of BGN 22 since July 1, the payment of transport allowances, the crafting of a production program for the next six months, and the termination of the sale of recycled factory equipment.

According to the Podkrepa trade union, a total of 1000 workers stopped work on Friday in protest. Many of the protesting workers stated they demanded a monthly salary of BGN 700. However, no such demand had formally been made by the trade unionists, and no such deal was included into the agreement that the syndicates and the management signed on Friday.

During the warning protests earlier this week, Georgi Katsarov from the strike committee of the Podkrepa Labor Confederation, said the actual average monthly wages in the plant were between BGN 320 and BGN 340. Katsarov also announced the claims of the VMZ Sopot Director Ivan Ivanov that the monthly salary in the plant was BGN 700 were not true.

The strike organized by Podkrepa was not supported by the other major trade union – the Confederation of the Independent Bulgarian Syndicates (KNSB).

KNSB representatives have stated the Podkrepa Union did not want to cooperate with them, and that the workers’ salaries were paid regularly, and the arms factory had enough orders to work properly.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘NOVINITE’ (Bulgaria)

Posted in BULGARIA, ECONOMIC CONJUNCTURE, ECONOMY, INDUSTRIAL PRODUCTION, INDUSTRIES, INTERNATIONAL, NATIONAL WORK FORCES, THE ARMS INDUSTRY, THE WORKERS | Leave a Comment »

SYSTEMATIC RACISM – Over the past few weeks, Lithuania has shown itself to be wildly intolerant and xenophobic

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

Nov 12, 2008

The first instance came in the form of a survey by Vilnius University, which found that 80 percent of people couldn’t work or communicate with ‘different’ (on the basis of race, sexual preference, language, or religion) people.

The main case, however, can be seen in the fact that Prosecutor General’s Office has failed to punish a public display of blatant racism (see story Page 1).

The president of the basketball federation singled out two black players and called them “black assholes.” This is a disgrace to the nation, which hold basketball as sacred as religion and has many foreign players in the national league.

First of all, the president got off scot-free and did nothing except offer a flat – and clearly insincere – apology to the players he berated. He should have resigned on the spot and disappeared from public life for the rest of his days.

Secondly, the Prosecutor General’s Office let him off with nothing more than a casual admonishment, saying that he was a naughty boy and not to do it again. By letting him off on a technicality, they are supporting, instead of condemning, racism in the country.

By in large, racism in Lithuania goes unnoticed by the outside world. There aren’t many people who speak Lithuanian in the world and even fewer who live in other countries and would cry foul when this sort of behavior arises.

In fact, it was a matter of weeks before the players themselves found out that they had been slandered. No one bothered to tell them. In the mean time, a media frenzy had ensued and their club had sent a letter to the PGO asking the media and government not to rock the boat.

The players were rightly furious for having not been told. One player said he only found out about the comments after the case had been dropped. He also learned that the players wouldn’t have their secret case heard in court.

It is time for racism to stop hiding behind the Lithuanian language – the country is becoming more and more international every day. The national media even tried to hide Lithuania’s embarrassment by mistranslating Basketball Federation President Garastas’ comments to make them seem less offensive.

While clearly shamed and wanting to save face, Lithuania has got to step up and say no to racist tomfoolery at the highest level before it can be rooted out at the grassroots level as well. The country might be able to avoid an international reproach in the short term by hiding racism in the obscurity of its language, but until it comes to terms with the problem and punishes the crime, Lithuania will not shed its reputation as the most racist nation in Europe.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘BALTIC TIMES’ (Lithuania)

Posted in FOREIGN POLICIES, HATE MONGERING AND BIGOTRY, HUMAN RIGHTS, INTERNATIONAL, INTERNATIONAL RELATIONS, JUDICIARY SYSTEMS, LITHUANIA | Leave a Comment »

TRABALHADORES DE PADARIAS CONQUISTAM 9,5% DE REAJUSTE SALARIAL (Brasil)

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Piracicaba e Região fechou PADEIROSacordo nesta semana que garante 9,5% de reajuste salarial aos trabalhadores de padarias, contra uma inflação no período de 7,26%. O acordo foi assinado em São Paulo, informa o presidente do sindicato, Fânio Luis Gomes, e beneficia cerca de 1.000 trabalhadores em Piracicaba e região que pertencem à base da entidade.

Com o reajuste, o piso salarial no setor, a partir de 1º de novembro, passa a R$ 684. O acordo garante, ainda, Participação nos Lucros e Resultados, sendo de R$ 132 para empresas com até dez funcionários; R$ 197 nas que contam de 11 a 40 funcionários em seu quadro, e de R$ 247 nas que possuem mais de 41. A PLR será paga em duas parcelas, em março e setembro do próximo ano.

De acordo com Fânio, um avanço obtido no acordo deste ano se refere ao adicional noturno, que pela legislação é das 22h às 5h do dia seguinte. No entanto, foi estabelecido que o trabalhador que entrar às 22h para trabalhar e no dia seguinte tiver seu turno de trabalho estendido, além das 5h, terá todas as horas trabalhadas a mais com adicional noturno, que no setor é de 30%.

O presidente do sindicato diz que o acordo ainda não é o ideal, mas que teve avanços significativos, garantindo aumento real de aproximadamente 2%. “Em período de inflação baixa, 2% de aumento é algo bastante significativo”, completa.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘JORNAL DE PIRACICABA’ (Brasil)

Posted in AS RELAÇÕES DE TRABALHO E EMPREGO, BRASIL, CIDADES, COMÉRCIO - BRASIL, ECONOMIA - BRASIL, INDÚSTRIAS, INTERNATIONAL, O MERCADO DE TRABALHO - BRASIL, OS TRABALHADORES, REAJUSTES SALARIAIS, SINDICATOS DAS CATEGORIAS PROFISSIONAIS, SP | 1 Comment »

ENTIDADE PEDE BLOQUEIO MILITAR CONTRA PIRATAS SOMALIS

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Uma entidade internacional de donos de cargueiros pediu hoje um bloqueio militar na costa da
Somália para interceptar barcos piratas que se dirigem para alto mar. Peter Swift, diretor-gerente da International Association of Independent Tanker Owners, disse que uma ação naval mais forte – incluindo apoio aéreo – é necessária para combater a pirataria no Golfo de Áden, perto da Somália. Circulam pela área cerca de 20 cargueiros diariamente.

Muitas empresas estão considerando fazer uma enorme volta pelo sul da África para evitar os piratas. Isso aumentaria os custos em 30% e atrasaria as entregas. Os membros da associação concentram 75% da frota mundial de cargueiros. A entidade se opõe às propostas para dotar de armas as tripulações dos navios mercantes, pois isso poderia aumentar a violência e colocar em perigo os empregados, segundo Swift. “A outra opção é fazer um bloqueio junto à Somália e lançar a idéia de interceptar os navios que partem da Somália, em vez de proteger todo o Golfo de Áden”, apontou Swift.

Um bloqueio na costa somali de 3,9 mil quilômetros “não é fácil, mas alguma intervenção pode ser efetiva”, afirma o representante dos donos de cargueiros. A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) mantém quatro navios de combate na costa da Somália, nação assolada por uma insurgência islâmica, sem governo de fato desde 1991. Os Estados Unidos contribuem com o patrulhamento, que também conta com embarcações da Rússia, Índia, Malásia e Dinamarca. As Marinhas, no entanto, afirmam que é virtualmente impossível patrulhar o vasto mar ao redor do golfo.

Os piratas somalis ampliaram seus ataques, tomando oito embarcações nas duas últimas semanas. Entre elas, um superpetroleiro saudita, com carga avaliada em US$ 100 milhões. Houve até agora neste ano 95 ataques piratas em águas somalis, com 39 embarcações capturadas. Quinze navios, com cerca de 300 tripulantes, ainda estão nas mãos dos piratas.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘JORNAL DE PIRACICABA’ (Brasil)

Posted in CARGO PIRACY, COMMERCE, COMMODITIES MARKET, CRIMINAL ACTIVITIES, ECONOMIC CONJUNCTURE, ECONOMY, INTERNATIONAL, MARITIME, SOMALIA, TRANSPORT INDUSTRIES | Leave a Comment »

LULA REÚNE MINISTROS PARA DISCUTIR OS EFEITOS DA CRISE NA ECONOMIA (Brasil)

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

Novembro – Edição 22,800 – Data de Publicação: 24 de novembro de 2008

Brasília – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reúne hoje o primeiro escalão do governo para LUIS INÁCIO LULA DA SILVAdiscutir os efeitos da crise financeira internacional na economia brasileira e as perspectivas para os investimentos públicos nos próximos dois anos. Nas palavras de um ministro, o encontro servirá para “afinar o discurso” do governo em relação ao tema. O presidente, segundo assessores, quer passar aos demais integrantes de sua equipe informações detalhadas sobre o que vem sendo feito – e o que está por vir – no cenário econômico do país.

Foram convocados os 37 ministros (o número inclui os que ocupam secretarias com status de ministério) e os três líderes do governo no Congresso Nacional. O cronograma da reunião prevê apresentações dos ministros Guido Mantega (Fazenda), Henrique Meirelles (Banco Central) e Dilma Rousseff (Casa Civil).

Mantega fará um panorama da evolução das turbulências e, junto com Meirelles, apresentará as medidas tomadas até agora pelo governo para tentar frear o arrefecimento da crise. Dilma falará sobre investimentos públicos, sobretudo os incluídos no PAC (Plano de Aceleração do Crescimento).

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘JORNAL PEQUENO’ (MA – Brasil)

Posted in A CASA CIVIL, A PRESIDÊNCIA, ÍNDICES ECONÔMICOS - BRASIL, BALANÇA COMERCIAL, BANCO CENTRAL - BRASIL, BRASIL, ECONOMIA - BRASIL, INTERNATIONAL, LUIS INÁCIO LULA DA SILVA, MINISTÉRIO DA FAZENDA, O PODER EXECUTIVO FEDERAL, O SISTEMA BANCÁRIO - BRASIL, ORÇAMENTO NACIONAL - BRASIL, PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO (PAC) | Leave a Comment »

MERCADO MANTÉM PREVISÃO DE INFLAÇÃO PARA 2008 E 2009, DIZ FOCUS (Brasil)

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

segunda-feira, 24 de novembro de 2008, 10:57

Do Diário OnLine

Os analistas das principais instituições financeiras consultados pelo BC (Banco Central) mantiveram a previsão para a inflação em 2008 e 2009. Assim como na semana passada, a expectativa o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor – Amplo) – índice oficial de inflação – para este ano ficou em 6,39%.

Para 2009 a previsão permaneceu em 5,20% ao ano. A meta do BC para 2008 e 2009 é de 4,5%, com margem de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A previsão dos analistas neste ano chegou a ultrapassar o limite da meta, mas diminuiu após o arrefecimento dos indicadores.

Juros – Para a última reunião deste ano do Copom (Comitê de Política Monetária), que acontecerá em dezembro, os economistas não esperam por mais um aumento na Selic (taxa básica de juros), atualmente em 13,75% ao ano. Para o final de 2009, a taxa permaneceu em 13,31%.

O índice é utilizado pelo BC para controlar a inflação. Quando os juros caem muito, a população tem mais acesso ao crédito e, como conseqüência, o consumo aumenta. Ao elevar a Selic, o BC impede o crescimento dos gastos da população, evitando, dessa forma, o aumento dos preços.

Dólar – Também não houve alterações na expectativa para o dólar ao final deste ano. Segundo o boletim Focus, após sete semanas em alta, a cotação do câmbio ficou em R$ 2,10 ao final deste ano. Para o final de 2009, a estimativa também foi a mesma da pesquisa anterior, R$ 2,10.

Outros indicadores – As projeções para outros indicadores inflacionários diminuíram nesta semana: o IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado) recuou de 11,07% para 10,92%; o IGP-DI (Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna) diminuiu de 10,97% para 10,90%; e o IPC (Índice de Preços ao Consumidor) da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômica) caiu de 6,56% para 6,55%.

Em 2009, a expectativa dos economistas para o IGP-M passou de 6% para 5,95%; para o IPC-Fipe, manteve-se em 4,72%; e para o IGP-DI, recuou de 5,80% para 5,75%.

Em relação ao PIB (Produto Interno Bruto), os analistas mantiveram a projeção para 2009: 3%. Para este ano, houve ligeiro aumento, de 5,23% para 5,24%.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘DIÁRIO DO GRANDE ABC’ (Brasil)

Posted in ÍNDICE DE PREÇOS AO CONSUMIDOR (IPC), ÍNDICE DE PREÇOS AO CONSUMIDOR - AMPLO (IPCA), ÍNDICE GERAL DE PREÇOS - DISP. INTERNA (IGP-DI), ÍNDICE GERAL DE PREÇOS - MERCADO (IGP-M), BANCO CENTRAL - BRASIL, BRASIL, COMÉRCIO - BRASIL, ECONOMIA - BRASIL, INTERNATIONAL, JUROS BANCÁRIOS, PRODUTO INTERNO BRUTO NACIONAL, TAXA DE CÂMBIO - BRASIL, TAXA SELIC | Leave a Comment »

ENERGIA: SUPREMO SUSPENDE DECISÃO DO TRF A FAVOR DA ELETROPAULO (Brasil)

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

24/11 – 14:32

Redação – InvestNews

SÃO PAULO, 24 de novembro de 2008 – O Supremo Tribunal Federal (STF) revogou decisão do Tribunal Regional Federal, obtida pela Eletropaulo em 27 de agosto de 2008, que permitia o pagamento de dividendos aos acionistas, embora ela estivesse em débitos com os encargos no recolhimento da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) nas operações de energia elétrica no período de 1992 a 1999.

De acordo com o diretor vice-presidente e de relações com investidores da Eletropaulo, Alexandre Innecco, a decisão não trará qualquer impacto desfavorável à empresa, uma vez que, a companhia obteve, em 30 de outubro de 2008, sentença de mérito favorável em 1ª instância que extinguiu as execuções fiscais ajuizadas pela União Federal para cobrar os encargos. E completou: “Desta forma, a companhia entende que tais encargos foram anistiados”.

Inneco ressaltou que, apesar de caber recurso contra a decisão favorável em primeira instância, enquanto ela estiver vigorando, não há razão para prosseguimento da cobrança pretendida pela União.”

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘INVESTNEWS’ (Brasil)

Posted in A QUESTÃO ENERGÉTICA, A QUESTÃO PREVIDENCIÁRIA, BRASIL, ECONOMIA - BRASIL, INTERNATIONAL, O PODER JUDICIÁRIO, O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, OS JUDICIÁRIOS ESTADUAIS | Leave a Comment »

EUA: ATIVIDADE INDUSTRIAL MELHORA, MAS CONTINUA NEGATIVA (USA)

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

24/11 – 12:53

Redação – InvestNews
A indústria norte-americana continua em desaceleração. Dados do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de Chicago divulgados hoje mostram recuo da atividade industrial em 1,06 ponto no mês de outubro. Apesar do resultado negativo, o número demonstra uma recuperação em relação ao mês anterior, quando o índice, chamado de Chicago Fed Nacional Activit Index (CFNAI, na sigla em inglês) registrou recuo de 3,11 pontos.

Apesar desta recuperação de mais de 2 pontos, o índice acumula resultado negativo nos últimos seis meses. Já entre agosto e outubro, o indicador acumula queda de 2,09 pontos. Segundo o Fed de Chicago, esta melhora no índice em outubro é atribuída ao crescimento de 0,14 pontos da produção industrial para 1,3%. No mês anterior, o CFNAI havia recuado 3,8%.

Além disso, os indicadores relacionados à produção contribuíram de forma positiva em outubro enquanto as outras categorias (emprego, gastos pessoais, vendas e pedidos e estoques) influenciaram negativamente no resultado do mês passado.

O CFNAI é resultado de uma média de 85 indicadores da economia nacional dos Estados Unidos.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘INVESTNEWS’ (Brasil)

Posted in CENTRAL BANKS, COMMERCE, COMMODITIES MARKET, ECONOMIC CONJUNCTURE, ECONOMY, FINANCIAL CRISIS - USA - 2008/2009, INDUSTRIAL PRODUCTION - USA, INDUSTRIES, RECESSION, THE FLOW OF INVESTMENTS, THE WORK MARKET, USA | Leave a Comment »

SANEAMENTO: COPASA PRESTARÁ SERVIÇOS A PATOS DE MINAS (Brasil)

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

24/11 – 11:37

Redação – InvestNews

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) informou hoje que recebeu autorização para prestar serviços de esgotamento sanitário, por no mínimo 30 anos, e renovar o abastecimento de água no município de Patos de Minas.

De acordo com a empresa, a assinatura do contrato está prevista para final de dezembro deste ano, com início de operação do sistema em janeiro de 2009.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘INVESTNEWS’ (Brasil)

Posted in BRASIL, CIDADANIA, CIDADES, ECONOMIA - BRASIL, EXPANSÃO ECONÔMICA, FLUXO DE CAPITAIS, INTERNATIONAL, MG, O MERCADO DE TRABALHO - BRASIL, O PODER EXECUTIVO MUNICIPAL, O PODER LEGISLATIVO ESTADUAL, ORÇAMENTO MUNICIPAL, OS PREFEITOS, POLÍTICA REGIONAL, SANEAMENTO BÁSICO, VEREADORES | Leave a Comment »

BALANÇO DE PAGAMENTOS TEM DÉFICIT DE US$ 8,6 BILHÕES, DIZ BC (Brasil)

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

24/11 – 10:59

SÃO PAULO, 24 de novembro de 2008 – O balanço de pagamentos registrou déficit de US$ 8,6 HENRIQUE MEIRELLESbilhões em outubro, segundo Nota do Setor Externo divulgada nesta manhã pelo Banco Central (BC). As transações correntes apresentaram déficit de US$ 1,5 bilhão, acumulando, nos últimos doze meses, saldo negativo de US$ 26,6 bilhões, equivalentes a 1,71% do Produto Interno Bruto (PIB).

No mês, o superávit comercial atingiu US$1,2 bilhão e a conta financeira apresentou saídas líquidas de US$ 8,5 bilhões, destacando-se os ingressos líquidos em investimentos estrangeiros diretos, US$ 3,9 bilhões, e as remessas líquidas de investimentos estrangeiros em carteira, US$ 7,9 bilhões.

A conta de serviços ficou novamente deficitária em US$ 980 milhões, resultado 26,7% inferior ao apresentado no mesmo mês de 2007. O item viagens internacionais registrou despesas líquidas de US$ 295 milhões, redução de 38,4% na mesma base de comparação, resultante do crescimento de 9,8% nos gastos de não-residentes em viagens ao Brasil e diminuição de 15,5% nos gastos de brasileiros em viagens ao exterior. No período analisado, as despesas líquidas com transportes apresentaram retração de 3,1%, somando US$ 364 milhões.

Dentre os demais itens da conta de serviços, destacaram-se elevações nas remessas líquidas de aluguel de equipamentos, 56,3%, e de seguros, 137,6%; reduções nas remessas líquidas em royalties e licenças, 24,8%, e computação e informação, 7,8%; e a elevação nas receitas líquidas de serviços financeiros, 71,6%. Os outros serviços registraram ingressos líquidos de US$ 886 milhões, 37,3% acima do resultado de outubro do ano anterior. (Redação – InvestNews)

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘GAZETA MERCANTIL’ (Brasil)

Posted in BALANÇA COMERCIAL, BALANÇA DE PAGAMENTOS, BANCO CENTRAL - BRASIL, BRASIL, ECONOMIA - BRASIL, FLUXO DE CAPITAIS, INTERNATIONAL, O MERCADO FINANCEIRO, O MERCADO IMPORTADOR, ORÇAMENTO NACIONAL - BRASIL, PRODUTO INTERNO BRUTO NACIONAL, SETOR EXPORTADOR, SUPERÁVIT COMERCIAL | Leave a Comment »

SAMBISTA DUDU NOBRE ACUSA COMISSÁRIO DE VÔO DE RACISMO – Confusão aconteceu em vôo da American Airlines vindo de NY – O acusado Carlos Carrico nega; mas testemunha confirma (Brasil)

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

23/11/2008 – 21:30

G1/Globo.com com informações do Fantástico

O sambista Dudu Nobre e a mulher dele, a modelo Adriana Bombom, voltavam dos Estados Unidos, RACIST AMERICAN AIRLINES
com o produtor musical Ivan Correa Júnior. Segundo contam, foram destratados por dois comissários da American Airlines. A história teria começado quando Adriana não conseguiu abrir a porta de um banheiro.

“O Dudu e o Júnior estavam rindo de mim, dizendo que nem conseguia abrir a porta. Só que a comissária achou que estávamos rindo dela. Na verdade a gente não estava rindo dela, estava rindo da situação que eu não estava conseguindo abrir aquela porta”, conta Adriana Bombom. “Foi a hora que ela me chamou de grossa, de estúpida e de ignorante.”

Outro comissário teria tomado as dores da colega e passado a perseguir o casal. “Me restringiram de circular num pedaço do avião. Eu não podia passar para o outro lado. Falei que precisava esticar as pernas, pedi licença”, completa o sambista Dudu Nobre.

Quando dormiu, Dudu teria sido alvo de gestos racistas. “Teve um momento que eu acordei e, quando olhei, o comissário estava do meu lado fazendo barulhos como de macaco”, afirma Dudu Nobre.

Na saída do avião, já no Brasil, houve briga. Adriana teria sido xingada por ter se despedido de DUDU NOBRE E ADRIANA BOMBOMmaneira áspera. “Quando Adriana saiu, ela falou que havia sido xingada”, afirmou Dudu. “Aí eu voltei e, quando entrei, ele ficou em posição de luta e me disse: ‘vem, macaco, vem macaco, vem brigar comigo macaco’”, contou o sambista. “E ficou aquele bate-boca, aquela confusão. Foi o momento que o comissário tirou os óculos, pegou a caneta e foi golpear o Júnior.”

Júnior guardou a jaqueta e duas camisas com pequenos furos e manchas de sangue e mostrou o ferimento no ombro. “O Dudu me deu uma puxada, porque a caneta ia pegar no meu pescoço”, conta o produtor.

O acusado da agressão é o americano Carlos Carrico, de 44 anos, que trabalha na American Airlines há 19 anos. Casado com a carioca Mônica, ele é filho de uma baiana com um italiano. Ao lado de um amigo negro, Carlos rebateu as acusações.

“Totalmente mentira. Eu juro para Deus que esse homem está falando totalmente mentira. Isso não aconteceu”, garante o comissário.

A versão de Carlos é que o problema aconteceu com o produtor Ivan Júnior, que teria ignorado os pedidos para se sentar, pouco antes do embarque.

“Eu fui lá e falei para ele: ‘o senhor tem que estar sentado, com o cinto afivelado, ou o avião não sai’. Ele não gostou, dava para ver que não gostou. Eu fui continuar meu trabalho. O único problema foi saindo de Nova York. Não aconteceu mais nada durante o vôo”, diz Carlos Carrico.

Carlos reconhece que houve uma briga no desembarque, no Brasil. Mas diz que Júnior é que procurou confusão, foi contido por seguranças mas, mesmo assim, conseguiu acertá-lo.

“Chegou e me deu dois chutes. Ele estava desse lado e me chutou duas vezes”, mostra Carlos Carrico.

Tatiana Cooley, uma americana com cidadania brasileira, era passageira do mesmo vôo e estava sentada exatamente atrás do casal Dudu e Adriana. Ela confirma que o comissário fez gestos racistas para os brasileiros.

“Estava indo para a frente do avião, e virava, assim, de repente, para fazer som, assim, na cara do Dudu. E fazia som de porco. Fazia como se ele fosse macaco. Ele ficou implicando com Dudu e Adriana o vôo inteiro”, confirma.

Tatiana confirma, também, que a tripulação não deixava o casal se levantar durante o vôo. “Os dois tentavam se levantar para esticar as pernas, para se mexer um pouquinho. Só eles que não podiam. Todos os passageiros andando nos corredores, conversando e eles sentados ali.”

Quando o caso veio à tona, Tatiana Cooley teve o nome equivocadamente divulgado como se fosse a outra comissária envolvida no caso. Na verdade, ela se apresentou como testemunha e já foi ouvida pela Polícia Federal. A aeromoça que teria começado toda a confusão não foi identificada.

A Polícia Federal está apurando o caso. A American Airlines abriu uma investigação interna. Dudu Nobre vai processar a companhia aérea pedindo indenização por danos morais e retratação pública.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘GAZETA DO POVO’ (Brasil)

Posted in AIR TRANSPORT INDUSTRY, FOREIGN POLICIES, FOREIGN POLICIES - USA, HATE MONGERING AND BIGOTRY, INTERNATIONAL, INTERNATIONAL RELATIONS, JUDICIARY SYSTEMS, REGULATIONS AND BUSINESS TRANSPARENCY, RELAÇÕES INTERNACIONAIS - BRASIL, USA | Leave a Comment »

CHINA AND IRAN SWITCH TO GOLD

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

November 24, 2008 – 6:17 am

by daily.pk

Gold rallied sharply Thursday, and is rallying again at the time of this writing on Friday — it’s now Assistant to the President of SINOPEC Group, Zhou Baixiu (2nd L), and Iran's Deputy Oil Minister in charge of International affairs, Hossein Noghrehkar Shirazi (4th L), exchange the agreement protocols during an official ceremony in Tehran December 9, 2007 - Agencies
broken above the significant resistance range of 740-750, and is currently testing the $800 level. While the technical outlook on the daily chart still looks a bit bearish for gold, some major fundamental news of late suggests the bull market may be ready to resume.

Consider:

– Iran recently switched to gold reserves.

– China is massively increasing its gold reserves.

– Perth mint, one of the most prominent gold mints in Australia, has suspended orders.

– Prominent investment strategist John Embry has warned that December delivery contracts of gold may fail — this would expose gold scarcity and send prices upwards.

The China and Iran situation is particularly interesting; their decision to switch to gold reserves suggests a reluctance to hold US dollars and US Treasuries. This would increase the likelihood that deficit spending would prove to be inflationary, as it would need to be paid for via an expansion of the money supply. Moreover, while it is probably too early to say for sure, this could be the beginning of the world market making a run on the US dollar, a scenario which many dollar bears, most notably Peter Schiff, have come to expect in light of the rising deficit spending and the very weak fundamentals underlying the US economy.

I have viewed gold as a key element of any long-term portfolio, and continue to do so.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘PAK ALERT PRESS’ (Pakistan)

Posted in CENTRAL BANKS, CHINA, COMMODITIES MARKET, ECONOMIC CONJUNCTURE, ECONOMY, FINANCIAL CRISIS 2008/2009, FOREIGN POLICIES, GOLD, INTERNATIONAL, INTERNATIONAL RELATIONS, IRAN, MACROECONOMY, RECESSION, THE FLOW OF INVESTMENTS | 4 Comments »

PREMIÊ CHINÊS PEDE CONFIANÇA ÀS EMPRESAS PARA ENFRENTAR CRISE (China)

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

23/11/2008 – 23:57

Reuters

O primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, pediu às empresas nacionais que mantenham sua WEN JIABAOconfiança em lidar com a crise financeira mundial, durante uma visita ao delta do Rio Yangtsé – região rica, mas dependente de exportações -, informou neste domingo (26) a agência de notícias estatal Xinhua.

A China está tentando aumentar o consumo doméstico para compensar a queda na demanda por exportações do país, da qual sua economia depende fortemente. A Província de Zhejiang, visitada por Wen, bem como o centro financeiro do país, Xangai, são conhecidos por seus empreendedores privados.

A manutenção da confiança das empresas é uma “arma poderosa para lidar com os efeitos adversos da turbulência econômica mundial e a instabilidade financeira”, disse Wen, durante um giro pelas empresas que produzem em larga escala e por empreendedores privados locais.

“Deve ser dada grande importância às dificuldades e desafios enfrentados pelas empresas privadas e definidas mais políticas de apoio a elas para criar um ambiente seguro para seu desenvolvimento”, disse ele.

Wen encorajou os envolvidos em negócios em Yiwu, um centro da indústria do vestuário, a se concentrarem no mercado interno e também fortalecer sua posição no exterior.

A China já concedeu alguma ajuda a fabricas de vestuário em dificuldades, ao restabelecer alguns abatimentos fiscais sobre exportações.

A visita do primeiro-ministro ao delta do Yangtsé ocorreu no momento em que Shandong, uma outra província costeira com empresas importantes, anunciou uma redução de quase 3 por cento nos indicadores de emprego no fim de setembro, disse a Xinhua em um outro artigo. WEN JIABAO - CARICATURE

“A desaceleração da economia causada pelo derretimento financeiro mundial tem outros impactos negativos sobre os legítimos direitos dos trabalhadores”, afirmou um porta-voz da federação provincial de sindicados, citado pela Xinhua. Ele mencionou a redução na taxa de aumentos salariais e um número crescente de disputas trabalhistas.

Shandong tem o segundo mais elevado PIB da China, perdendo apenas para a província de Guangdong (Cantão), no sul.

Wen fez um chamado às grandes empresas para que efetuem fusões ou se reestruturem, eliminem capacidade de produção ociosa e elevem investimento em pesquisa e desenvolvimento.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘GAZETA DO POVO’ (Brasil)

Posted in CHINA, COMMERCE, COMMODITIES MARKET, CONSUMERS AND PSYCHOLOGICAL FACTORS, ECONOMIC CONJUNCTURE, ECONOMY, FINANCIAL CRISIS 2008/2009, FOREIGN POLICIES, GARMENT INDUSTRIES, INDUSTRIAL PRODUCTION, INDUSTRIES, INTERNATIONAL, INTERNATIONAL RELATIONS, NATIONAL WORK FORCES, RECESSION, THE FLOW OF INVESTMENTS, THE WORK MARKET, THE WORKERS | Leave a Comment »

ESTUDO MOSTRA QUE 455 CIDADES BRASILEIRAS NÃO TÊM MÉDICOS (Brasil)

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

24/11/2008 – 09:05

Agência Estado

As populações de 455 municípios brasileiros não têm acesso a nenhum médico na rede pública de saúde local. A carência de profissionais é maior nas regiões Norte, Sul e Sudeste, onde 25,7%, 25,5% e 24,4% dos municípios não têm nenhum médico em sua estrutura de saúde. Os dados são de um levantamento da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), apresentado ontem em Ouro Preto, no encontro dos diretores da Global Health Workforce Alliance (GHWA), órgão ligado à Organização Mundial da Saúde (OMS), com representantes do Ministério da Saúde.

Segundo o organismo internacional, faltam 4 milhões de profissionais de saúde no mundo, com 57 países em situação considerada crítica. O Brasil não é um deles. No entanto, com uma relação de 1,15 médico para cada mil habitantes, o País está à beira do limite aceitado pela OMS. A recomendação é de no mínimo um médico por mil habitantes.

Entre as especialidades com maior carência de profissionais no País estão a anestesiologia, a pediatria, a psiquiatria e a medicina intensiva. Os dados refletem a dificuldade dos municípios mais distantes dos grandes centros em atrair e fixar médicos. “A questão salarial parece não ser a mais importante. O maior problema é a distância e o isolamento”, diz Edison José Corrêa, coordenador do curso de especialização à distância em Saúde da Família da UFMG.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘GAZETA DO POVO’ (Brasil)

Posted in BRASIL, CÂMARA DOS DEPUTADOS, CIDADANIA, CIDADES, DEPUTADOS ESTADUAIS, INTERNATIONAL, MINISTÉRIO DA SAÚDE, MINISTÉRIO DAS CIDADES, O PODER EXECUTIVO ESTADUAL, O PODER EXECUTIVO FEDERAL, O PODER EXECUTIVO MUNICIPAL, O PODER LEGISLATIVO ESTADUAL, O PODER LEGISLATIVO FEDERAL, ORÇAMENTO ESTADUAL, ORÇAMENTO MUNICIPAL, ORÇAMENTO NACIONAL - BRASIL, PARTIDOS POLÍTICOS - BRASIL, SENADO, SISTEMA PÚBLICO DE SAÚDE, VEREADORES | Leave a Comment »

ASSEMBLÉIA DO PARANÁ TEM 15 DIAS PARA VOTAR PACOTÃO – Reforma tributária estadual e outros projetos terão de ser votados às pressas para vigorar em 2010 (Brasil)

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

Publicado em 24/11/2008

por Kátia Chagas

Os deputados estaduais do Paraná terão apenas 15 dias de sessão para votar um pacote de ROBERTO REQUIÃOprojetos que precisa ser aprovado neste ano para vigorar em 2010. Com exceção do Orçamento do Estado e da mensagem que fixa as regras do Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), que normalmente entram em discussão às vésperas do recesso parlamentar, outros temas delicados que poderiam ser debatidos com mais tempo terão que ser votados às pressas.

Os principais projetos que aguardam votação são de autoria do governo do estado e só foram enviados ao Legislativo depois das eleições municipais de outubro.

O primeiro – e o mais polêmico – foi encaminhado no dia 8 de outubro. O governo do Paraná propõe uma reforma tributária, com a redução de 18% para 12% do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre 95 mil bens de consumo popular em operações internas.

Em contrapartida, para não perder arrecadação, o governo quer aumentar em dois pontos porcentuais a alíquota do imposto sobre gasolina, energia elétrica, telefonia, bebidas e cigarro.

Pela importância do assunto, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) decidiu promover audiências públicas com representantes da indústria e do comércio antes de votar o projeto em ALEXANDRE CURIplenário. Na última sexta-feira, os deputados foram a Londrina e Maringá.

Em outros municípios como Cascavel, Foz do Iguaçu, Guarapuava e Ponta Grossa também já foram feitas audiências, mas como existem posições divergentes sobre a mudança na carga tributária, não será um projeto simples de ser votado. Vários deputados já adiantaram que vão apresentar emendas modificando o texto original, o que deve tornar a tramitação mais lenta.

O governo do estado também deixou para a última hora outros quatro projetos que foram enviados na semana passada ao Legislativo e nem começaram a ser discutidos. Dois deles já despertam posicionamentos contrários e dúvidas: a criação de um salário mínimo de R$ 1.392 aos professores estaduais e um projeto misterioso que concede anistia aos servidores públicos ou empregados da administração pública que teriam sido demitidos irregularmente entre os anos de 1983 e 1988, durante o governo José Richa.

A APP-Sindicato dos professores já se manifestou contra a criação do salário mínimo e defende que o governador retire a assinatura da Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) para derrubar LUIZ CLÁUDIO ROMANELLIo piso nacional de R$ 950 para a categoria fixado pelo governo federal. O sindicato da categoria considera a proposta do piso nacional melhor que o projeto de Requião porque o valor fixado incide sobre os salários de todos os professores em caso de reajuste, ao contrário da proposta do governador.

Outro projeto inusitado é a anistia a funcionários públicos. O texto é truncado e prevê que supostos funcionários que teriam sido perseguidos politicamente no governo Requião retornem aos seus cargos na administração pública.

A oposição ao governo tentou aprovar um requerimento pedindo informações sobre os beneficiados com a proposta, mas foi derrotada pela bancada governista.

Afogadilho

Apesar da complexidade dos assuntos e do tempo escasso para votação, os deputados negam que as votações ocorram no afogadilho. O recesso parlamentar começa no dia 22 de dezembro, mas como cai numa segunda-feira, o final dos trabalhos deve ser antecipado para o dia 18.

O primeiro-secretário da Assembléia, Alexandre Curi (PMDB), disse que a Mesa Executiva diminuiu o recesso parlamentar justamente para evitar que projetos sejam votados às escuras. “Mas mesmo assim, se houver necessidade, serão realizadas várias sessões extraordinárias, que não NELSON JUSTUSsão pagas, para limpar a pauta”, garantiu.

O líder do governo na Assembléia Legislativa, Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), considera o prazo de um mês suficiente para discutir tudo e aprovar as mensagens do governo, especialmente a reforma tributária.

Ninguém tem informações, no entanto, sobre o projeto que obriga a Assembléia Legislativa a divulgar a lista dos funcionários e os gastos dos deputados. O presidente da Casa, Nelson Justus (DEM), assumiu o compromisso de aprovar a proposta para dar maior transparência ao Legislativo logo após as denúncias sobre o “esquema gafanhoto”, investigação do Ministério Público Federal de funcionários fantasmas entre 2001 a 2005. Justus prometeu colocar em prática a mudança antes do final do mandato, que termina em fevereiro de 2009, mas até agora o projeto ainda não foi apresentado.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘GAZETA DO POVO’ (Brasil)

Posted in A CORRUPÇÃO NO APARELHO DO ESTADO, ÍNDICES DA RENDA SALARIAL, BRASIL, CIDADANIA, COMBATE À CORRUPÇÃO - BRASIL, CORRUPÇÃO - BRASIL, CORRUPÇÃO NA POLÍTICA, DEPUTADOS ESTADUAIS, ECONOMIA - BRASIL, EDUCAÇÃO - BRASIL, ENSINO FUNDAMENTAL - 1° e 2° GRAUS, INFRAESTRUTURA - BRASIL, INTERNATIONAL, O MERCADO DE TRABALHO - BRASIL, O PODER EXECUTIVO ESTADUAL, O PODER JUDICIÁRIO, O PODER LEGISLATIVO ESTADUAL, ORÇAMENTO ESTADUAL, OS GOVERNADORES, OS JUDICIÁRIOS ESTADUAIS, OS PREFEITOS, PARTIDO DO MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO (PMDB), PARTIDO DOS DEMOCRATAS (PD), POLÍTICA - BRASIL, POLÍTICA REGIONAL, PR, VEREADORES | Leave a Comment »

CRISE FINANCEIRA DIMINUI PROCURA POR DESTINOS INTERNACIONAIS – Agências e operadoras já registram queda de mais de 20% na demanda por pacotes que levam o turista para fora do país. Aumento no preço cobrado por resorts brasileiros pode dificultar ainda mais as viagens neste verão

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

Publicado em 24/11/2008

por Alexandre Costa Nascimento

Em tempos de crise, este pode ser o verão mais frio para o setor de turismo dos últimos anos. Praia de Pensacola, no norte da Flórida - despesas em dólar com alimentação e lazer devem afastar ainda mais turistas do BrasilComo primeiro efeito, a volatilidade do dólar reduziu em média 20% a procura por pacotes turísticos internacionais, justamente no período em que as vendas costumam aumentar em até 40%. O gerente de vendas da CVC Curitiba, Ricardo Luz, conta que antes da crise os pacotes internacionais tinham uma participação de 40% no faturamento da companhia; hoje este índice caiu para 15%.

Se por um lado o preço da passagem aérea internacional, por si só, não é um problema para quem quer viajar – ela pode ser comprada antecipadamente e financiada em até 10 vezes sem juros –, a preocupação cresce com a parte terrestre da viagem, que inclui gastos com alimentação e despesas de lazer no destino.

A presidente da Associação Brasileira dos Guias de Turismo (Abgtur) e proprietária da agência Ivetur, Ivete Inez Fagundes, relata que nos últimos dois meses houve uma queda de 20% na procura por pacotes internacionais. Ela torce por um desfecho ou uma trégua da crise financeira global, ao menos para o período de alta temporada, que vai até o carnaval, no fim de fevereiro. “O problema é que o momento de vendas é agora”, diz.

Mesmo assim, alguns operadores seguem otimistas, acreditando em uma reacomodação do setor. “Pode haver momentaneamente uma indecisão ou recuo. Mas quem sonhou com um roteiro internacional não vai ficar em casa por uma diferença no dólar”, diz acreditar o diretor da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa) e proprietário da operadora Tia Augusta, Paschoal Fortunato. “Em momentos de turbulência econômica, existe sempre uma acomodação psicológica. No primeiro momento vem o pânico, mas quem tem condições e poder aquisitivo se adapta às circunstâncias e abre mão de certos itens da parte terrestre, tornando os pacotes mais baratos”, avalia.

Seleção natural

Segundo Fortunato, o setor se beneficiou nos últimos anos de um dólar barato, que tornou o turismo internacional acessível para uma nova classe. A crise, segundo ele, precipitou o fim dessa tendência. “A alta do dólar foi um golpe muito sério e que está sendo absorvido. As agências pequenas e despreparadas podem sofrer um impacto maior, mas isso é a seleção natural do mercado”, afirma.

Status

Para o doutor em Turismo e professor da Faculdade de Administração da Fundação Armando Álvares Penteado (Faap), Hilário Angelo Pelizzer, as viagens internacionais envolvem uma questão de status que mantém a procura por destinos fora do país mesmo diante de um cenário desfavorável e turbulento. “Para quem tem dinheiro não há crise, e as operadoras vendem para quem tem dinheiro”, opina Pelizzer. “Já tivemos um dólar a R$ 3,50 e mesmo assim havia procura por viagens para o exterior”, completa.

Reajustes

Segundo o professor, o turismo interno pode ser uma opção para quem está mais interessado em trocar o terno e a gravata por bermuda e sandálias. Mas, segundo ele, alguns resorts, spas e cruzeiros aproveitaram esse possível aumento da demanda por viagens domésticas e reajustaram suas tabelas, com valores de diárias muito mais altos, o que pode tornar tais opções inviáveis. “Poderemos ver se repetir o fenômeno da virada do milênio – réveillon de 1999 para 2000 –, quando o setor cobrou preços impraticáveis e amargou taxas de ocupação irrisórias”, avalia.

Pelizzer acredita que as operadoras darão início a promoções para “desencalhar” pacotes internacionais não vendidos até agora, fixando preços com o dólar por volta de R$ 1,90. “Quem investiu muito talvez não atinja a demanda necessária para cobrir o que foi empenhado. Assim, a escolha será entre perder tudo e levar um prejuízo menor. Quem deixar para comprar na última hora corre o risco de levar vantagem encontrando pacotes com preços mais baratos”, acredita.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘JORNAL DO BRASIL’

Posted in A INDÚSTRIA DO TURISMO, BRASIL, COMÉRCIO - BRASIL, ECONOMIA - BRASIL, INTERNATIONAL, MINISTÉRIO DO TURISMO, O PODER EXECUTIVO FEDERAL, TAXA DE CÂMBIO - BRASIL | Leave a Comment »

SP: PRESOS VEREADORES (PTB) QUE RECEBERIAM PROPINA (Brasil)

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

[14:55] – 19/11/2008

Portal Terra

SÃO PAULO – A Polícia Civil de Sandovalina, no interior de São Paulo, prendeu dois vereadores no momento em que eles recebiam um pacote com R$ 10 mil, que seriam pagos como propina para que aprovassem projetos do prefeito da cidade, Divaldo Pereira de Oliveira (PMDB).

O prefeito denunciou à polícia que os vereadores Alan Ferreira e José Edson Pereira, ambos do PTB, cobraram R$ 40 mil de propina para aprovar um projeto do Executivo pedindo suplementação orçamentária para colocar em dia as contas do município, que atravessa grave crise financeira.

Os vereadores foram presos em flagrante, quando se encontravam com o prefeito para receber os R$ 10 mil. Orientado pelo delegado Luiz Otávio Forti, que comandou a operação, o prefeito teria conseguido reduzir o valor da propina e marcou o encontro para entregar o dinheiro.

O encontro entre os três, em um posto de combustível às margens da rodovia Assis Chateaubriand, foi filmado com uma câmera escondida, e policiais civis acompanharam a negociação de perto. – Quando eles confirmaram o acordo e receberam o dinheiro, nós demos voz de prisão – contou o delegado.

Segundo Forti, os vereadores negaram em depoimento, na delegacia, que estavam recebendo propinas. – Eles disseram que era um equívoco, que não tinham exigido o dinheiro, mas não foi isso que presenciamos – contou Forti.

De acordo com o delegado, o prefeito precisava dos votos dos vereadores para aprovar a suplementação no orçamento, cujo projeto está parado na Câmara há dois meses.

– A cidade tem nove vereadores e a base do prefeito é de três. Com os votos dos dois, o prefeito teria cinco votos e o projeto seria aprovado. Sabendo disso, os dois vereadores exigiam uma quantia em dinheiro para votar a favor do prefeito – comentou Forti. A aprovação do projeto é importante para o município colocar em dia parte dos salários dos servidores.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘JORNAL DO BRASIL’

Posted in A CORRUPÇÃO NO APARELHO DO ESTADO, A POLÍCIA CIVIL, BRASIL, CIDADANIA, CIDADES, COMBATE À CORRUPÇÃO - BRASIL, CORRUPÇÃO - BRASIL, CORRUPÇÃO NA POLÍTICA, INTERNATIONAL, O PODER EXECUTIVO MUNICIPAL, O PODER JUDICIÁRIO, O PODER LEGISLATIVO ESTADUAL, OS JUDICIÁRIOS ESTADUAIS, OS PREFEITOS, PARTIDO DO MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO (PMDB), PARTIDO TRABALHISTA BRASILEIRO (PTB), PARTIDOS POLÍTICOS - BRASIL, POLÍTICA - BRASIL, POLÍTICA REGIONAL, SP, VEREADORES | Leave a Comment »

VEREADORES, ALAN FERREIRA E JOSÉ EDSON PEREIRA (PTB), SÃO PRESOS POR CORRUPÇÃO NO INTERIOR DE SP – Prefeito de Sandovalina (PMDB) os denunciou por tentar extorquir dinheiro – Mesmo flagrados por imagens, políticos se dizem inocentes

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

23/11/2008 – 22:38

G1/Globo.com com informações do Fantástico

Dois vereadores de Sandovalina, a 603km de São Paulo, foram algemados e presos em flagrante. DIGA NÃO À CORRUPÇÃOA prova da corrupção é um envelope com dinheiro vivo. Os políticos se dizem inocentes. “Não estou sabendo de nada.”

Não é o que mostram as imagens obtidas com exclusividade pela reportagem do Fantástico. O prefeito da cidade, Divaldo Pereira de Oliveira (PMDB), denunciou à polícia que vereadores (PTB) vinham tentando extorquir dinheiro dele. A negociação passou a ser gravada.

Segundo o prefeito, os dois políticos da oposição queriam propina para aprovar um projeto do Executivo para a liberação de quase R$ 1 milhão. O dinheiro, segundo o prefeito, seria usado para pagar salários atrasados e obras.

“Eles começaram a mandar recado que queriam negociar, queriam dinheiro”, conta o prefeito.

Como está no segundo mandato, o prefeito não se candidatou este ano. Já os vereadores se reelegeram. O encontro para acertar o valor da propina foi a mais de 40 quilômetros de Sandovalina, em um restaurante na divisa de São Paulo com o Paraná.

“A primeira proposta seria de R$ 40 mil: R$ 20 mil para cada vereador”, diz Oliveira.

A imagem não é nítida, mas dá pra ver que participam da conversa, além do prefeito e dos vereadores, mais três homens. Dois seriam empresários que não tiveram os nomes divulgados. O terceiro não foi identificado.

“Houve uma participação e isso que está sendo apurado agora. Teriam atuado como intermediários entre os vereadores e o prefeito”, explica o delegado Luis Otavio Forti.

O vereador Alan Ferreira (PTB) diz que precisa de dinheiro porque gastou muito na campanha eleitoral deste ano. “Eu gastei 50 paus. Gastei um monte para se eleger, para ainda ficar com um poderzinho na mão.”

Ele define assim os políticos que fazem falcatruas. “O cara pode ser ladrão, mas se ele for um ladrão bom, você tem que tirar o chapéu para ele.”

Os vereadores afirmam que se receberem o dinheiro o prefeito de Sandovalina pode ficar tranqüilo. “Vamos aprovar suas contas. Igual diz o outro, uma mão lava a outra.”

O prefeito diz que não tem todo o dinheiro. Depois de uma hora de conversa, o valor da propina diminui para R$ 20 mil.

No dia seguinte, o prefeito recebe uma ligação de Alan Ferreira (PTB). O vereador tem pressa em receber o suborno.

Alan: “Sou eu, o Alan”. Prefeito: “Oi, Alan”. Alan: “O negócio fica pronto hoje?” Prefeito: “Está pronto, é só você falar. Já está até na mão. Não é fácil arrumar vintão, não, filho”. Alan: “Você é doido. Não fala isso”.

Depois desse telefonema, os vereadores assinaram um pedido de sessão extraordinária para que o projeto do prefeito fosse votado. Os dois acham que estão prestes a receber o dinheiro.

Ficou acertado que o pagamento seria no mesmo dia, em um posto de combustíveis, na Rodovia Assis Chateaubriand, a mais de 40 quilômetros de Sandovalina. Os vereadores acreditavam que ninguém iria desconfiar de nada. Só não sabiam que policiais já estavam espalhados, escondidos por toda a área.

Eles reafirmam que vão votar a favor do projeto. Mas, desconfiados, não querem pegar o dinheiro. “Pode deixar aí.”

O motivo foi a descoberta de uma fita adesiva, que prendia um pequeno microfone na camisa do prefeito.

– Você está operado? – Por que? – Com a fita . – Com certeza. Eu tive problema. Estou fazendo infiltração no rim.

A desculpa não convence e os vereadores pedem que o dinheiro seja entregue em outro lugar. Logo na saída do posto, acontece a prisão.

Procurado pela reportagem do Fantástico, o advogado dos acusados não quis gravar entrevista, mas disse que já entrou na Justiça com um pedido de liberdade provisória.

Para o delegado que investiga o caso, mesmo que o dinheiro não tenha sido entregue, as imagens são provas suficientes para condenar os dois políticos. “Eles podem sofrer uma pena de prisão de dois a oito anos e perda do mandato eletivo.”

Sandovalina tem nove vereadores e cerca de três mil habitantes. Fica no Pontal do Paranapanema, uma região conhecida pelos confrontos agrários. Um dos vereadores mora em um assentamento de sem-terra. Quem convive com ele está indignado.

“A gente vota para poder ver se melhora, e põe um corrupto no poder? Isso aí é revoltante demais”, protesta um agricultor.

Sem a aprovação do projeto que libera verbas para o pagamento de funcionários, o prefeito Divaldo Pereira de Oliveira (PMDB) tomou uma decisão: “Estamos decretando estado de emergência, para, através de decreto, fazer esse remanejamento de verba e pagar todo mundo”.

Assim que o mandato terminar, no mês que vem, o prefeito diz que vai abandonar a política: “Tenho medo só por causa de uma cisma perante a família. Fora isso, não tem problema nenhum. Eu acho que eu fiz o que a lei manda”.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘CORREIO BRAZILIENSE’ (Brasil)

Posted in A CORRUPÇÃO NO APARELHO DO ESTADO, A POLÍCIA CIVIL, BRASIL, CIDADANIA, CIDADES, COMBATE À CORRUPÇÃO - BRASIL, CORRUPÇÃO - BRASIL, CORRUPÇÃO NA POLÍTICA, INTERNATIONAL, O PODER EXECUTIVO MUNICIPAL, O PODER JUDICIÁRIO, OS JUDICIÁRIOS ESTADUAIS, OS PREFEITOS, PARTIDO DO MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO (PMDB), PARTIDO TRABALHISTA BRASILEIRO (PTB), POLÍTICA - BRASIL, POLÍTICA REGIONAL, SP, VEREADORES | Leave a Comment »

CENTRO ESPÍRITA DE ABADIÂNIA ATRAI TURISTAS E MUDA A ECONOMIA LOCAL (Brasil)

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

Publicação: 23/11/2008 12:20

por Vicente Nunes – Correio Braziliense

Abadiânia — Diz o ditado que a fé move montanhas. Em Abadiânia, Abadiorque ou Abadingland — como JOÃO DE DEUS - CENTRO DOM INÁCIOé chamado o município goiano, de 12,8 mil habitantes —, a fé move euros e dólares. A cada semana, pelo menos 1,2 mil estrangeiros desembarcam na cidade em direção à Casa de Dom Inácio, um centro espírita comandado por João de Deus, cuja fama de curar todos os tipos de doença se espalhou pelo mundo. Em média, os visitantes, muitos desenganados pela medicina convencional e dispostos a pagar qualquer preço pela vida, permanecem na cidade de duas a três semanas, tempo exigido para o tratamento espiritual. Nesse período, gastam entre US$ 4 mil e US$ 5 mil com hospedagem, alimentação e outras despesas do dia-a-dia. Dinheiro que fez surgir um pólo comercial bastante ativo.

“Duvido que haja algum ponto mais promissor nas redondezas”, diz Hamilton Pereira, que se divide entre o cargo de secretário de Finanças de Abadiânia e administrador-geral da Casa de Dom Inácio. “Com tantos turistas na cidade, brasileiros e estrangeiros, houve uma mudança profunda na estrutura econômica do município. Empresas que operavam de forma irregular corrigiram sua atuação. Pessoas que estavam trabalhando na informalidade passaram a ter carteira assinada. Terrenos e casas que não pagavam impostos foram registradas”, afirma. O resultado disso, ressalta, foi um aumento expressivo na arrecadação de tributos. De 2004 para cá, os impostos municipais quase triplicaram, passando de R$ 559,8 mil ao ano para R$ 1,4 milhão (estimativa para 2008). “Posso garantir que a estrutura que gira hoje em torno da Casa de Dom Inácio responde por mais de 30% das receitas tributárias”, frisa.

A indústria do turismo religioso de Abadiânia é composta por 42 hotéis e pousadas e pelo menos 20 lanchonetes e restaurantes. Só a empresária Elizabeth Camargo, 48 anos, que chegou à cidade há 15 anos “com um tumor no cérebro e condenada a um mês de vida”, é dona de três hospedarias, com 123 quartos e 380 leitos. “Atendo turistas de todas as partes do Brasil e de 28 países”, conta. Para manter essa estrutura funcionando, dispõem de 34 empregados. “Temos reservas garantidas para boa parte de 2009. Chegamos a receber grupos de mais de 30 pessoas, como o da Romênia, que chegou nesta semana”, diz. Na média, sua clientela gasta R$ 1,3 mil por duas semanas com hospedagem, incluindo o café da manhã e o almoço. “Funcionamos como postos de saúde. Os hotéis e pousadas servem como pontos de tratamento”, enfatiza. “Até a alimentação que servimos é controlada pela Casa de Dom Inácio”, emenda. Está proibido o consumo de carne de porco, de pimenta e de álcool.

O grosso dos hotéis e pousadas está distribuído pelo Bairro Lindo Horizonte — ou Pretty Horizon para os estrangeiros, que circulam por ele vestidos de branco, como manda João de Deus. Na verdade, o bairro é um pedaço isolado de Abadiânia, separado do restante da cidade pela BR-060, que liga Brasília a Goiânia. O ponto mais movimentado é a Avenida Francisca Teixeira Damas, que, além de hotéis e restaurantes, abriga lojas de roupas, jóias, artesanatos e de produtos de beleza, além de agências de viagem, casas de câmbio, escolas de línguas e, claro, salões de beleza com tratamentos terapêuticos com cristais. “Abri a minha agência de viagens, a To Lead, há dois anos e não tenho do que reclamar”, afirma Thiago Garcia, 29.

Com dois empregados, está há meses a procura de mais um funcionário. O futuro ocupante precisa, no mínimo, falar inglês e espanhol fluentemente. “Com tantos estrangeiros como clientes, não posso me dar ao luxo de empregar qualquer pessoa”, destaca, lembrando que os atuais funcionários estudam, por conta da agência, alemão e francês.

Quem está tirando proveito dessa deficiência é o universitário Daniel Prates, 29. Estudante de letras, montou uma escola na qual ensina português para os estrangeiros e inglês para os brasileiros que querem tirar uma casquinha da lucrativa indústria aglomerada em torno da Casa de Dom Inácio. “Eu mesmo não estudei inglês. Aprendi tudo o que sei com os turistas que vêm para cá. Hoje, falo fluentemente”, conta.

Fiéis inflam preços dos imóveis

Apesar de pregar a simplicidade e o desapego a bens materiais, a Casa de Dom Inácio há muito tempo deixou de ser um lugar dominado por pobres romeiros, que viajavam de ônibus sem nenhum conforto por dias e dias. Parcela importante dos fiéis que hoje freqüentam o centro espírita comandado por João de Deus é de estrangeiros abastados, vários deles fincando residência no pequeno município goiano. Esse desejo de viver “no paraíso”, como define Dina Williams, que, há dois anos, deixou a cidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, fez com que os preços dos imóveis no bairro Lindo Horizonte, ou Pretty Horizon, disparassem. Um terreno de 360 metros quadrados não sai por menos de R$ 60 mil contra R$ 15 mil do lado mais brasileiro da cidade.

A nova-iorquina Denise Cooper, 49 anos, optou, por enquanto, pelo aluguel. A residência fixa em Abadiânia depende de um visto de permanência, que ela ainda não conseguiu, mesmo trabalhando como enfermeira na Casa de Dom Inácio. O grande número de pedidos de vistos tendo como destino a cidade goiana despertou, por sinal, a atenção dos órgãos de segurança de vários países, como a CIA, a Central de Inteligência dos EUA, e da Polícia Federal do Brasil. Agentes têm ido constantemente ao município em busca de explicação para tanto interesse por um lugar que “nem aparece no mapa”, conforme frisa um policial.

A guia turística Tânia Cates, 49, que mora há mais de 20 nos Estados Unidos, discorda do “desconhecimento” de Abadiânia. “É cada vez maior o número de pessoas fora do Brasil que acreditam no poder de cura de João de Deus”, diz. Ela conta que faz entre três e quatro viagens por ano para a cidade, sempre com grupos superiores a 20 pessoas. “Desta vez, estou acompanhando um grupo de Idaho, dos EUA”, acrescenta. Faz parte da comitiva Virgínia Rebata, 54, ex-vice-presidente mundial da rede de Hotéis Marriott. Ela veio se tratar de uma elefantíase nas pernas. “Voltarei para casa curada”, acredita.

A riqueza trazida pelos turistas não anima o motoboy Virgílio Francisco do Nascimento Neto, 25. “A prefeitura aumentou a arrecadação de impostos, mas os serviços públicos continuam terríveis”, afirma. Que o diga a agricultora Divina Gonçalves da Cruz, 41, cuja a avó Amara, de 70 anos, foi obrigada a se tratar de uma diarréia no hospital público de Anápolis porque as unidades de saúde de Abadiânia sequer tinham soro para hidratar a senhora. Além disso, as escolas públicas estão dominadas pela violência. (VN)

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘CORREIO BRAZILIENSE’ (Brasil)

Posted in A INDÚSTRIA DO TURISMO, BRASIL, CIDADES, ECONOMIA - BRASIL, ECONOMIC CONJUNCTURE, ECONOMY, FLUXO DE CAPITAIS, GO, INDÚSTRIAS, INTERNATIONAL, O MERCADO DE TRABALHO - BRASIL, O PODER EXECUTIVO MUNICIPAL, ORÇAMENTO MUNICIPAL, POLÍTICA REGIONAL, RELAÇÕES INTERNACIONAIS - BRASIL, RELIGIONS, SPIRITUALISM | Leave a Comment »

MEIRELLES DIZ QUE JÁ PERCEBE RECUPERAÇÃO DA CONCESSÃO DE CRÉDITO NO PAÍS (Brasil)

Posted by Gilmour Poincaree on November 24, 2008

Publicação: 23/11/2008 18:15

Agência Brasil

Rio de Janeiro – O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, disse neste domingo que já é HENRIQUE MEIRELLESpossível perceber uma recuperação gradual da concessão de crédito no Brasil, depois da contração sentida por conta do agravamento da crise financeira internacional, em meados de setembro. A afirmação foi feita durante congresso da Associação Econômica Latino-Americana e do Caribe, no Rio de Janeiro.

“O fato de que os bancos públicos ainda respondem por uma fatia significativa do mercado de crédito brasileiro contribuiu para essa recuperação”, afirmou Meirelles em seu discurso.

O presidente do Banco Central reconheceu, no entanto, que a concessão de crédito ainda não se recuperou totalmente para os níveis anteriores ao agravamento da crise financeira. Ele também lembrou que a confiança do consumidor “erodiu” desde outubro.

No discurso, Meirelles afirmou que “não há sinais de que as condições fiscais vão se deteriorar em um futuro próximo” e nem de que haverá redução nas transferências governamentais para as famílias brasileiras.

“O Banco Central vai publicar, no final de dezembro, sua previsão para o Produto Interno Bruto (PIB) de 2009. O Brasil deve desacelerar, assim como os outros países, mas estima-se que vamos crescer acima da média mundial”, disse.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘CORREIO BRAZILIENSE’ (Brasil)

Posted in ARRECADAÇÃO DE IMPOSTOS E CONTRIBUIÇÕES, BANCO CENTRAL - BRASIL, BRASIL, ECONOMIA - BRASIL, ECONOMIC CONJUNCTURE, EXPANSÃO ECONÔMICA, FINANCIAL CRISIS 2008/2009, FLUXO DE CAPITAIS, INTERNATIONAL, PRODUTO INTERNO BRUTO NACIONAL | Leave a Comment »