FROM SCRATCH NEWSWIRE

SCAVENGING THE INTERNET

ENDIVIDAMENTO DA ALEMANHA SERÁ QUASE O DOBRO DO PREVISTO EM 2009 (Germany)

Posted by Gilmour Poincaree on November 19, 2008

Publicação: 19/11/2008 11:00

FolhaNews

Publicação: 19/11/2008 09:18

O endividamento da Alemanha será, em 2009, quase o dobro do previsto pelo governo, em Fifteen months ago - Reiner Holznagel, manager of the German taxpayer's federation stands in front of the 'Debt Clock' which shows the amount of state debt in Germany 01 August 2007 in Berlin. The 'Debt Clock' has been adjusted reducing the amount of new debt per second in Germany from 1,056 Euro to 539 Euro per second. The reduction is possible due to the increase in overall inland revenueconseqüência da crise financeira internacional, informa nesta quarta-feira (19/11) o diário “Süddeutsche Zeitung”.

Segundo a reportagem, o endividamento deve subir para 17,9 bilhões de euros (US$ 22,5 bilhões), frente aos 10,5 bilhões de euros (US$ 13,2 bilhões) previstos na minuta orçamentária elaborada no meio do ano. A comissão orçamentária diz que terá nesta quinta-feira (20/11) uma versão revisada da minuta para o orçamento geral do governo em 2009.

O ministro das Finanças, Peer Steinbrück, tinha estipulado como objetivo eliminar o déficit governamental até 2011, mas após a explosão da crise internacional, reconheceu que a meta não poderá ser alcançada antes do final da próxima legislatura – ou seja, até 2013.

Os novos dados divulgados pelo “Süddeutsche Zeitung” põem inclusive em dúvida o novo objetivo, pois, segundo o diário, os planos orçamentários a médio prazo indicam que em 2012 ainda haverá um novo endividamento de 10 bilhões de euros (US$ 12,6 bilhões).

O Produto Interno Bruto (PIB) da Alemanha caiu no terceiro trimestre de 2008, a segunda queda consecutiva do indicador, colocando a maior economia da Europa em recessão. O PIB caiu 0,5% em relação ao segundo trimestre do ano, segundo dados do Departamento Federal de Estatística. No segundo trimestre do ano, a economia alemã teve um retrocesso de 0,4%, enquanto no primeiro, o PIB subiu 1,4%. As quedas são as primeiras desde 2004.

A baixa do PIB alemão teve sua origem na queda das exportações e na redução da demanda interna. O departamento de estatística, com sede em Wiesbaden, informou que a baixa do PIB se deve fundamentalmente ao retrocesso da atividade econômica nos meses de julho a setembro.

As exportações, o principal motor da economia alemã, sofreram uma queda nos meses do verão europeu e, como as importações registraram de forma simultânea uma alta significativa, as vendas no exterior não contribuíram suficientemente para o crescimento.

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘CORREIO BRAZILIENSE’ (DF – Brasil)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: