FROM SCRATCH NEWSWIRE

SCAVENGING THE INTERNET

MESMO COM CRISE, GALP MANTÉM INVESTIMENTOS (Brasil – Portugal)

Posted by Gilmour Poincaree on November 2, 2008

01/11 – 00:20

Lisboa, 1 de novembro de 2008 – A Galp Energia, petrolífera portuguesa e parceria da Petrobras em alguns dos poços exploratórios mais importantes da camada pré-sal brasileira — Tupi, Iara e Júpiter —, não pretende alterar seus planos de investimentos para o Brasil por conta da atual crise financeira mundial, que fez o preço internacional do barril do petróleo cair em torno de 50% em menos de três meses. ‘Nossos projetos em águas ultraprofundas, que incluem regiões petrolíferas no Brasil, Angola e México, são viáveis e vamos manter os mesmos investimentos que foram programados antes da crise’, disse Manuel Ferreira de Oliveira, presidente da Galp, que participou na sexta-feira do Lisbon Energy Forum 2008, um evento internacional dedicado às questões energéticas.

Segundo Oliveira, uma empresa de petróleo e gás não pode tomar decisões baseadas em acontecimentos de curto prazo, seja com o barril a US$ 60, seja com o preço do petróleo na casa dos US$ 200. ‘Nesse negócio, é preciso ter uma visão de longo prazo, pois sabe-se que, desde a exploração até o desenvolvimento pleno da produção, demora-se cerca de 30 anos’, enfatiza o executivo, que garante não estar sozinho em sua decisão. ‘Até agora não ouvir falar de nenhuma companhia petrolífera que reduziu investimentos por causa da queda do preço do petróleo’, afirmou. (Denis Cardoso)

CLICK HERE FOR THE ORIGINAL ARTICLE

PUBLISHED BY ‘GAZETA MERCANTIL’ (Brasil)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: